O Brasil é um país potencialmente turístico

Em palestra realizada CNC, secretário de Trabalho e Renda apresenta os serviços e objetos do Centro de Desenvolvimento do Turismo Incentivar e qualificar o setor turístico no estado do Rio de Janeiro. Esse foi o mote da palestra que o secretário estadual

  
  

Em palestra realizada CNC, secretário de Trabalho e Renda apresenta os serviços e objetos do Centro de Desenvolvimento do Turismo Incentivar e qualificar o setor turístico no estado do Rio de Janeiro. Esse foi o mote da palestra que o secretário estadual de Trabalho e Renda, Marco Antonio Lucidi, ministrou no auditório da Confederação Nacional de Comércio (CNC).

Diante dos membros do Conselho Nacional de Comércio, Lucidi apresentou as propostas, os serviços e os desafios do Centro de Desenvolvimento do Turismo (Cedetur), que apesar de somente três meses de fundação, já mostra resultados significativos e vitórias no setor.

Sucesso este que acabou refletindo na apresentação do secretário. Depois de cerca de duas horas de exposição, Lucidi foi convidado pelo presidente do conselho, Oswaldo Trigueiro, a proferir outra palestra na área de Trabalho, Segurança e Saúde, além de firmar uma parceria de intermediação de mão-de-obra com o pré-inaugurado Royal Rio Palace.

Segundo o acordo, o cadastramento e a qualificação para as vagas de trabalho abertas pelo hotel serão realizados pelo Banco de Mão-de-Obra e o Centro de Qualificação Profissional do Cedetur.

`O Brasil é um país potencialmente turístico. Temos uma geografia privilegiada, fauna e flora maravilhosas e o nosso povo é extremamente caloroso.Por isso, é inaceitável que recebamos, anualmente, menos visitantes que o Peru e o Chile.

A idéia da criação do Cedetur é efetivamente contribuir para a mudança deste quadro; e pelo menos no Rio de Janeiro. Estou certo que com profissionais preparados para receber o turista e condições que torne a sua estadia agradável,o turismo irá aumentar e contribuir para incrementar, em quatro anos, o número nacional de turistas de 4,5 milhões para 9 milhões`, observou o secretário.

A idéia de incentivar o turismo como geração de emprego e renda nasceu a partir da assinatura do Plano Nacional do Turismo, em abril, quando a secretaria de Trabalho e Renda estabeleceu para si as seguintes metas:

-dinamizar o setor e aumentar a sua empregabilidade,

-melhorar a qualidade de atendimento,

-multiplicar os postos de trabalho

-incrementar a renda da população

O Cedetur surgiu, portanto, como um instrumento de realização desses objetos na área do Turismo, avaliando, através de seus serviços, as necessidades do setor e os obstáculos que impendem o seu crescimento.

Entretanto, como foi ressaltado por Lucidi na palestra, sempre enfocando as ações nos municípios que apresentam vocação para o turismo. Para isso, foi criado o Observatório do Turismo; cuja proposta é verificar a eficiência dos serviços turísticos e as potencialidades de cada região.

`Justamente pelo corte no Fundo de Amparo ao Trabalhador, devemos ser o mais preciso na aplicação do Plano de Qualificação Profissional nos municípios. As regiões que apresentam as maiores vocações para o turismo foram a Região Metropolitana, a Serrana e as costas Azul e Verde.

Porém, não significa que em outra região não possa ter incentivo ao turismo O que é preciso atentar é que, de todas as capitais brasileiras, o Rio de Janeiro é aquela que recebe 60% dos turistas nacionais`, frisou o secretário.

A apresentação também enfocou outros serviços do Cedetur, como a Ouvidoria do Turismo, que recebe denúncias, críticas e fornece informações relativas ao turismo, já computando cerca de cem ligações semanais; o Balcão de Oportunidade, que em parceria com o Banco do Brasil vai disponibilizar créditos de na faixa de mil reais para o microempreendedor abrir seu pequeno negócio relativo ao setor turístico; e o Balcão de Mão-de-Obra Especializada, voltado para o cadastramento de profissionais em áreas como hotelaria, transporte e guias, entre outros. Porém, como apontou o secretário, os resultados significativos já se encontram no Centro de Qualificação.

`Estamos desenvolvendo, junto com universidades e o Senac, palestras de qualificação profissional. Em apenas algumas semanas, já conseguimos aumentar o número de alunos formados de 144 para 640`, ressaltou Lucidi.

Na palestra, ainda estiveram presentes o vice-presidente do Conselho Nacional de Comércio, Hélio de Souza e o Superintendente de Ocupação, Renda e Crédito, Alberto Brunner, entre outros conselheiros.

O Cedetur fica localizado na Rua Uruguaiana, 174/8º andar. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (21)22992001, inclusive para os empregadores que quiserem inserir, gratuitamente, as suas vagas no Balcão de Emprego Sine/RJ.

Fonte: Assessoria de Comunicação Cedetur/RJ

  
  

Publicado por em

Carolina monteiro ribeiro

Carolina monteiro ribeiro

17/09/2008 09:18:57
o brasil é maravilhoso!