O contato com a natureza e com os animais no Pantanal atraem turistas em todas as épocas do ano

Na estação seca, o espetáculo fica por conta dos animais que saem para caçar. Já no período de chuvas, o imenso mar de água doce que alaga as planícies fascina os privilegiados visitantes deste local regido pela força da natureza

  
  
Rio Miranda, Mato Grosso do Sul

Situada na porção oeste do Estado de Mato Grosso do Sul, a região conhecida como Pantanal Sul possui atrativos naturais o ano todo. Na estação seca, o espetáculo fica por conta dos animais que saem para caçar. Já no período de chuvas, o imenso mar de água doce que alaga as planícies fascina os privilegiados visitantes deste local regido pela força da natureza.

Não importa se a bordo de uma canoa, no lombo de um cavalo ou em um jipe, a regra no Pantanal Sul é relaxar e curtir o visual deste que é um dos melhores lugares do país para observação da vida selvagem. Não raro, uma onça-pintada e um jacaré-do-pantanal são fotografados pelos extasiados turistas.

Outras atividades de aventura disponíveis são caminhadas pelas trilhas do Murucututu e da Vazante, canoagem, cavalgadas com diferentes percursos e níveis de dificuldade no interior das fazendas locais, cicloturismo por trilhas e estradas de terra, e o turismo fora de estrada em veículos 4x4 na tradicional Estrada-Parque Pantanal.

Dentre os principais atrativos da região estão os rios Negro, Aquidauana e Paraguai, e o trem do Pantanal, um tradicional percurso de 220 quilômetros que sai de Campo Grande e segue até Miranda, com parada em Aquidauana. Já em Corumbá, principal cidade e considerada a capital do Pantanal, não deixe de visitar a Praça da República e o Forte Junqueira, este último o palco perfeito para apreciação da rica paisagem pantaneira. Ainda, no mês de junho ocorre a celebração mais tradicional do Pantanal: a Festa de São João. O evento ocorre em Corumbá e uma procissão segue até o cais do Rio Paraguai.

Para completar um roteiro perfeito e sentir fielmente o que é esta região, a dica é hospedar-se em uma das fazendas de gado das cercanias, apreciar a gastronomia local, rica em peixes e churrasco, e comprar peças de artesanato produzidas a partir da argila e madeira.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em