O destino Brasil está em alta na Itália, afirma Geraldo Peccin, responsável pelo EBT

A presença do Brasil na Borsa Internazionale del Turismo (BIT), que terminou ontem, dia 17, em Milão, Itália, fomentou negócios para o turismo brasileiro e foi assunto em dois dos principais telejornais italianos. Durante a feira, foram apurados jun

  
  

A presença do Brasil na Borsa Internazionale del Turismo (BIT), que terminou ontem, dia 17, em Milão, Itália, fomentou negócios para o turismo brasileiro e foi assunto em dois dos principais telejornais italianos.

Durante a feira, foram apurados junto à TAP Air Portugal números de aumento de passageiros vindos da Itália ao Brasil com a empresa. Em 2000, eram 3,5 mil, e no ano passado foram 53 mil.

`Com os novos vôos que começam em julho, esperamos um crescimento significativo para este ano`, afirma Vera Sanches, coordenadora dos Escritórios Brasileiros de Turismo na Europa.

A companhia aérea já havia anunciado recentemente o lançamento de três novas rotas semanais ligando Lisboa a Natal a partir de julho.

Um importante grupo de construção italiano, I Incorporatori, pediu informações complementares ao diretor de Administração e Finanças da Embratur, Emerson Palmieri, sobre infra-estrutura na área de hotelaria. Eles pretendem investir US$ 19 milhões em um resort no Nordeste, com
previsão para ficar pronto em 15 meses e gerar mais de 100 empregos diretos.

O estande brasileiro, que contava este ano com 32 co-expositores numa área de 534 metros quadrados,
também foi procurado pela Confederazione Sindicati Autonomi Lavoratori, que tem 132 escritórios na Italia e 1,7 mil sindicatos associados.

Ela está criando sua própria operadora para trabalhar com foco no que chamam `Turismo Famiglia` e pediu informacões sobre agências de incoming e destinos variados no Brasil.

O mercado italiano ganha atenção especial do Brasil neste ano, com a criação do EBT no país em fevereiro. `O destino Brasil está em alta na Itália`, afirma Geraldo Peccin, responsável pelo EBT. Em 2002, o país foi o sétimo maior responsável pela entrada de turistas estrangeiros no
Brasil, com 183,7 mil visitantes.

Por conta disso, Geraldo Peccin deu entrevistas para os canais abertos RAI Uno e RAI Due, nos programas jornalísticos TG2 e TG3. Na ocasião, falou em rede nacional sobre os novos produtos turísticos brasileiros, a imagem de diversidade cultural que o Brasil começa a passar ao mundo e a abertura dos EBTs.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em