O Pantanal é referência

Empresários do ecoturismo de várias regiões do Brasil conheceram iniciativas exemplares para receber o turista na região

  
  
A missão de benchmarking, realizada no Pantanal, identificou mais de 90 práticas em turismo nos meios de hospedagens locais

A missão de benchmarking realizada em Miranda (MS), no Pantanal, na última semana, identificou mais de 90 boas práticas em turismo, nos meios de hospedagem locais. O tratamento familiar dedicado ao hóspede e a gestão de resíduos sólidos são exemplos que poderão ser aplicados em outros polos de ecoturismo do Brasil.

O Pantanal integra o roteiro de viagens técnicas do programa “Benchmarking em Turismo 2010 – Vivências Brasil”, iniciativa do Ministério do Turismo (MTur) em parceria com o Sebrae e que tem a Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav) como executora. O objetivo é qualificar o empresariado e aprimorar os segmentos do turismo com base na observação e reprodução de boas práticas identificadas em destinos-referência.

Os empresários fizeram visitas técnicas em pousadas e vivenciaram atividades como safári fotográfico, observação de aves e focagem noturna. “Pudemos observar como os meios de hospedagem conciliam, com harmonia, a rotina de trabalho da fazenda com o ecoturismo, oferecendo atendimento familiar aos hóspedes, sem descuidar dos impactos ambientais”, disse o representante do Sebrae Nacional, Ricardo Villela.

O representante da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul, Geancarlo Merigue, falou aos participantes do programa sobre um projeto que prevê o aproveitamento das linhas de trem que ligam Campo Grande a Miranda, com paradas em Piraputanga, Aquidauana. “O objetivo é valorizar a cultura pantaneira.”

“O benchmarking, além de promover o desenvolvimento do turismo no Brasil, difunde diferentes culturas e valores, integrando o mercado e às diversas regiões do país”, avaliou o representante da Abav, Ney Gonçalves.

O programa – Neste ano o programa “Benchmarking em Turismo 2010 – Vivências Brasil” já visitou o Recife e Olinda (turismo cultural); São Paulo (turismo de eventos e negócios); Brotas e Socorro (turismo de aventura); Gramado e Canela (eventos como alternativa para combater a sazonalidade) e Búzios (turismo de sol e praia). O benchmarking também já esteve em três destinos internacionais, República Tcheca (operação em países emergentes), Itália (termalismo e saúde) e Peru (turismo de selva e de base comunitária). No final de novembro acontece a última viagem do benchmarking 2010. Será para o México, com foco de observação na diversificação da oferta de produtos turísticos.

Após as viagens os empresários selecionados, em sua maioria, agentes de viagens, operadores, donos de pousadas e restaurantes, têm o desafio de multiplicar o conhecimento obtido para outros empresários em seus destinos de origem, com apoio dos Sebraes estaduais.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em