Operadores conhecem praias e interior do Ceará na Caravana Brasil

Entre os dias 5 e 9 de março, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e seu projeto Caravana Brasil, levou dez operadores brasileiros de turismo receptivo internacional ao Ceará. Além de Fortaleza e Jericoacoara

  
  

Entre os dias 5 e 9 de março, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e seu projeto Caravana Brasil, levou dez operadores brasileiros de turismo receptivo internacional ao Ceará.

Além de Fortaleza e Jericoacoara, o grupo fez uma incursão pelo interior do Estado, visitando, entre outros, o Parque Nacional de Ubajara, o centro histórico de Viçosa e a lagoa de Jijoca.

Como em todas as outras edições do projeto, houve uma rodada de negócios entre os operadores convidados e 12 operadores locais. O encontro aconteceu na quarta-feira, 9/3, no Centro de Convenções do Beach Park.

“A rodada de negócios foi muito organizada. Os receptivos locais se mostraram realmente interessados em fazer negócios, com folheteria e tarifários adequados”, afirmou o gerente de receptivo internacional da Flot Operadora, Pablo Turatti, que participa pela quarta vez do projeto Caravana Brasil.Tendo a maioria de seus clientes da América Latina, a Flot comercializa principalmente os destinos Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Foz do Iguaçu (PR).

“A ida ao Ceará foi muito proveitosa, pois nosso objetivo é ampliar cada vez mais a opção de destinos para nossos clientes”, afirma o operador, para quem o interior cearense, “apesar de ainda necessitar de aprimoramentos na sua infra-estrutura, pode se tornar um roteiro de interesse internacional se conjugado com outras atrações do litoral do Nordeste”.

Um dos destaques da viagem foi o Parque Nacional de Ubajara, situado a 340 quilômetros de Fortaleza. Com vocação para o ecoturismo, o local oferece grutas, cachoeiras e riachos, que podem ser percorridos por meio de várias trilhas ecológicas.

O grande destaque é a Gruta de Ubajara com 1.120 metros de extensão, sendo 420 iluminados artificialmente e abertos à visitação, que pode ser alcançada por meio de um teleférico.

“O parque tem todo o potencial necessário para o desenvolvimento do turismo. E um dos objetivos da Caravana Brasil é justamente esse: desbravar novos destinos no País”, afirma a gerente de Apoio à Comercialização, Jurema Monteiro, citando que o local já recebe semanalmente um grupo de turistas finlandeses.

Essa edição da Caravana Brasil contou com o apoio especial do Sebrae-Ceará (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e da Secretaria Estadual de Turismo do Ceará. Além deles, os parceiros usuais do projeto são Varig, Resorts Brasil, Bureau de Golfe, Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) e BITO (Brazilian Incoming Travel Organization).

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em