Operadores italianos conhecem destinos turísticos

Dentro do projeto Caravana Brasil da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo), um grupo de cinco operadores italianos percorreu, de 14 a 26 de outubro, a região de Mamirauá (AM), Chapada Diamantina (BA) e também a cidade do Rio de Janeiro (RJ) para conh

  
  

Dentro do projeto Caravana Brasil da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo), um grupo de cinco operadores italianos percorreu, de 14 a 26 de outubro, a região de Mamirauá (AM), Chapada Diamantina (BA) e também a cidade do Rio de Janeiro (RJ) para conhecer projetos brasileiros ligados ao Turismo Sustentável.

O grupo é associado à AITR (Associação Italiana de Turismo Responsável), que agrega operadoras e agências que comercializam pacotes de turismo social e sustentável.

De acordo com o Executivo do EBT (Escritório Brasileiro de Turismo) da Itália, Geraldo Peccin, hoje existem naquele país muitas ONGs interessadas em turismo responsável.

`As operadoras e agências ligadas a essas entidades praticam viagens em que os turistas não se hospedam em hotéis, mas sempre em casas de família para contribuir com a renda delas, não participam de práticas que possam poluir o meio ambiente e têm como princípio básico colaborar socialmente com os locais que visitam`.

Peccin conta ainda que `a idéia básica deles é unir o lazer à ajuda social, buscando a convivência com as comunidades.

Além disso, os turistas ligados à AITR e outras ONGs de turismo sustentável combatem junto às populações locais o turismo sexual e procuram outras opções de viagens que saem do tradicional Sol e Mar`.

Angelo Mortola, da Ram Viaggi, um dos operadores participantes, diz que voltará ao Brasil trazendo turistas identificados com estes conceitos.

`Mamiraruá, Chapada Diamantina e Rio de Janeiro têm roteiros perfeitos para o turismo sustentável`, exalta. Quem concorda também é Cristina Di Molfetta, da Venti & Correnti: `Todo o itinerário nos mostrou um Brasil que queremos promover. O Projeto Sempre Viva, na Chapada, os atrativos, o receptivo, a gastronomia e a hospedagem nos surpreenderam`.

Para Michela Lombardi, da Viaggi e Miraggi, a viagem foi uma grande oportunidade de conhecer produtos no Brasil desse segmento, e assim criar novos itinerários: `Foi uma bela ocasião oferecida pela EMBRATUR e o EBT para entrarmos em contato com operadores de turismo receptivo e promovermos estes destinos`.

A AITR foi contatada para participar da Caravana Brasil por iniciativa do Escritório da Itália. A Caravana é um projeto da Embratur em que operadores e jornalistas, tanto brasileiros quanto estrangeiros, viajam a destinos para conhecer os produtos turísticos brasileiros disponibilizados hoje no mercado internacional.

A AITR também participou de um painel com exposição de modelos de sustentabilidade, durante o Fórum Mundial no Rio de Janeiro, na terça-feira,dia 25/10, além de estar presente à Feira das Américas da ABAV (Associação Brasileira dos Agentes de Viagens).

Franceses :

Ao mesmo tempo em que os italianos visitavam destinos socialmente responsáveis, um grupo de seis operadores franceses interessados em Ecoturismo e Turismo Cultural conheceu, de 19 a 27 de outubro, as cidades do Rio de Janeiro, São Luís e Lençóis Maranhenses (MA) e Brasília (DF).

Acompanhados pela Executiva chefe do EBT da França, sediado em Paris, Flávia Malkine, o grupo se surpreendeu, segundo ela, com a diversidade e acolhida que tiveram no Brasil.

Adoraram a comida, flora, fauna e a qualidade dos hotéis. Flávia disse também que apenas dois deles conheciam o Rio e não imaginavam as possibilidades reais de comercialização que os outros lugares visitados tinham.

`São pessoas que viajam muito, são experimentadas em Ecoturismo, conhecem o Oriente Médio, por exemplo, e não faziam idéia de que no Brasil há um deserto cercado de várias lagoas de água doce por toda a parte`, conta, referindo-se aos Lençóis Maranhenses.

`Além disso, eles ficaram muito impressionados com o Centro Histórico de São Luís e com Brasília. Com apenas duas horas na cidade eles já puderam perceber a riqueza arquitetônica, excelente produto turístico que a cidade oferece`, conclui.

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em