Plano Aquarela norteia as ações de promoção turística do Brasil no exterior

O Ministério do Turismo, por meio da EMBRATUR (Instituto Brasileiro do Turismo), em parceria com a FBC&VB (Federação Brasileira dos Convention & Visitors Bureaux) e com apoio da ABAV (Associação Brasileira das Agências de Viagens), UNESCO e dos Jogos Pan-

  
  

O Ministério do Turismo, por meio da EMBRATUR (Instituto Brasileiro do Turismo), em parceria com a FBC&VB (Federação Brasileira dos Convention & Visitors Bureaux) e com apoio da ABAV (Associação Brasileira das Agências de Viagens), UNESCO e dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro 2007, realizou entre os dias 28 e 30 de agosto, em Lisboa (Portugal), um inédito treinamento destinado às equipes envolvidas na participação brasileira em feiras internacionais de turismo.

Edson Campos em seminário

Participaram do encontro a diretora de Turismo de Negócios e Eventos, Jeanine Pires, o diretor de Marketing, Edson Campos, a gerente de Eventos Promocionais, Maria Katavatis, todos da EMBRATUR, e o gerente de Feiras Internacionais da FBC&VB, Elias Borges.

Durante três dias foram realizadas palestras detalhadas, para mais de 30 profissionais, sobre o Plano Aquarela ,a Marca Brasil e todas as instâncias que levam à participação brasileira nas vitrines de destinos, produtos e serviços turísticos no mundo. Elas vão desde a inscrição dos co-expositores, criação, montagem e execução do novo estande do Brasil ao atendimento dos públicos profissional e final.

“Com a definição das orientações do Plano Aquarela, agora estamos fazendo ajustes ao estande, com a adaptação das novas imagens e mensagens adotadas, com a incorporação dos elementos específicos das campanhas de marketing para cada um dos mercados em que estamos presentes, além de promovermos a adequação das áreas para atender a um grande número de co-expositores”, diz Jeanine Pires.

“É preciso que todas as pessoas envolvidas estejam bem preparadas e conscientes dessas mudanças em termos de postura, atitude e informações para o bom atendimento do público e para o desempenho do trabalho dos representantes do País. Nossa participação em feiras agora é feita sob medida”, complementa.

O novo estande foi apresentado durante a última edição da ITB Berlim (Alemanha), em março e usado em outras duas oportunidades. A partir deste segundo semestre, será utilizado em todas as feiras, que já têm agenda e participantes completamente fechados. Ele segue as diretrizes do Plano Aquarela, com espaços destinados aos segmentos de mercado (Sol & Praia, Cultura, Ecoturismo, Esportes e Negócios e Eventos), ocupação mais racional, igualitária e eficiente para receber um número maior de co-expositores e visitantes e incorpora elementos visuais da Marca Brasil.

A equipe de concepção, montagem e atendimento é fornecida pela empresa Evidência, responsável por esse apoio à participação brasileira em feiras internacionais de turismo. São, na grande maioria brasileiros, residentes legalmente no exterior, que, além do português, são também fluentes em inglês e no idioma local, dependendo de onde ocorrem os eventos.

“Treinar essas pessoas é importante para que elas estejam conscientes de que, apesar de residirem no exterior, são brasileiros e devem transmitir uma mensagem coerente com o que foi identificado pelas pesquisas do Plano Aquarela: a cordialidade, prestatividade e alegria de nosso povo, de forma que o estande seja uma extensão do nosso País”, completa a gerente Maria Katavatis. Ela informa ainda que brevemente serão realizados treinamentos sobre a nova postura em feiras, segmentada por mercados, para órgãos oficiais de turismo e CVBx.

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em