Roteiro que integra três estados é levado para feira de turismo

Um dos mais novos e atraentes destinos turísticos do País e que integra Jericoacoara, no Ceará, Delta do Parnaíba, no Piauí, e os Lençóis Maranhenses, no Maranhão, será apresentado na Feira das Américas, a Abav 2005. O evento acontece a partir da quinta-f

  
  

Um dos mais novos e atraentes destinos turísticos do País e que integra Jericoacoara, no Ceará, Delta do Parnaíba, no Piauí, e os Lençóis Maranhenses, no Maranhão, será apresentado na Feira das Américas, a Abav 2005. O evento acontece a partir da quinta-feira (27/10) e prossegue até o domingo (30/10), no Riocentro, na capital fluminense.

O destino turístico que reúne passeios e produtos nos três estados nordestinos é conhecido como `Projeto Cepima`e vai ocupar 42 metros quadrados do estande da Comissão de Turismo Integrada do Nordeste (CTI).

Cerca de 25 empresários das três regiões integradas ao roteiro estarão presentes no evento para atender a operadoras e agências de viagem.

O projeto é implantado em parceria pelas unidades do Sebrae nos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará, governos estaduais, Ministério do Turismo e prefeituras locais. A Feira das Américas é considerada o maior evento do setor turístico da América Latina.

O roteiro integrado Cepima inclui passeios de barco e lancha no Delta do Parnaíba, considerado o único delta em mar aberto das Américas, visitas em carros tracionados e bugres ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e às praias e rios exuberantes de Jericoacoara.

`Trata-se de um trecho de litoral belíssimo de 300 quilômetros e com três destinos, que antes eram vendidos separadamente`, explica Raimundo Gilson de Vasconcelos, gestor estadual de turismo do Sebrae no Piauí.

No momento, há uma grande expectativa dos moradores e empresários do município de Parnaíba em relação à ampliação e reforma do aeroporto local, que está sendo elevado à categoria internacional. A inauguração das novas instalações e pista está prevista para novembro.

Com a chegada regular de vôos charter, `Parnaíba será a porta de entrada do roteiro integrado Cepima`, afirma Vasconcelos. Enquanto isso, os turistas chegam nos aeroportos de Teresina, São Luís e Fortaleza para, depois, acessarem a região do projeto.

Um dos pacotes turísticos mais vendidos na região é o `Grande Aventura`, da agência Eco Adventure, de Parnaíba. São 11 dias e dez noites, com passeios em São Luís, Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, viagens de barco no Delta do Parnaíba e atrações em Jericoacoara e Fortaleza. Custa, em média, R$ 2 mil por pessoa. O pacote inclui hospedagem, alimentação, além do uso de carros de luxo e tracionados.

Vendas crescem:

Apesar de ter sido lançado há pouco tempo, no Salão de Turismo realizado em junho passado em São Paulo, o roteiro integrado Cepima já está sendo vendido por operadoras e agências de viagens do País.

O fluxo de turistas aumentou em 17% no Delta do Parnaíba, em julho passado, comparado ao mesmo período de 2004, segundo o gerente do Sebrae no Piauí.

O projeto foi apresentado em vários eventos, até o momento: na Tam Show de Brasília, Campinas, Goiânia e Curitiba; e no Adventure Sport Fair, no final de maio em São Paulo. No dia 1º de novembro será levado para o Tam Show em Fortaleza e para o Festival de Turismo de Gramado, RS, no período de 17 a 20 de novembro.

O `Projeto Cepima`é acompanhado pelo Sistema de Gestão Orientada para Resultados (Geor) do Sistema Sebrae. Trata-se de um sistema que, junto com os parceiros, traça metas a serem alcançadas e contemplam o desenvolvimento do local.

Assim, em três anos, entre as metas estipuladas estão: elevar em 20% a taxa de ocupação dos meios de hospedagem nas três regiões; aumentar em 15 % os dias de permanência do turista neste destino; incrementar em 20% o número de eventos; e elevar em 15% o número de pessoas ocupadas nos empreendimentos de hospedagem.

Capacitações

A operacionalização do roteiro integrado no Sebrae começou em 1 º de abril, antes de seu lançamento no Salão de Turismo em São Paulo. A Instituição oferece 15 tipos de capacitações e consultorias na região.

Ao todo 550 empreendimentos dos três Estados estão recebendo cursos, que tratam do aperfeiçoamento de garçons, gerentes de hotéis, pousadas e pensões, boas práticas na produção de alimentos, qualificação de atendentes, entre outros.

`A implantação do projeto prevê ações de participação conjunta na comercialização do roteiro, isso se faz com a presença em feiras e eventos, além de ações direcionadas à capacitação, tanto gerencial quanto profissional`, esclarece Antônio de Matos Brito, articulador da Unidade Setorial de Comércio e Serviços do Sebrae no Ceará. Todas as ações são focadas no turismo sustentável, ou seja, na preservação do meio ambiente e no resgate da cultura local, complementa Brito.

Em Jericoacoara já é possível perceber o aumento do fluxo de turistas, segundo o técnico do Sebrae. A diversificação do visitante é a principal característica do novo fluxo.

`Antes, Jericoacoara era visitada por estrangeiros e jovens. Hoje, já observamos que as famílias estão escolhendo a região para suas férias e lazer`, relata Brito.

Os governos estaduais estão diretamente envolvidos com o Projeto Cepima e a região consta do Prodetur II, programa do governo federal em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), voltado à ampliação da infra-estrutura na Região Nordeste.

O Projeto Cepima também proporciona outras vantagens, como reformas dos equipamentos turísticos, surgimento de novos empreendimentos, criação de associações representativas de vários segmentos econômicos, como de donos de hotéis, de artesãos.

`O movimento está crescente`, diz Marcioneide Soares Vieria, dona da pizzaria Bel Itália em Parnaíba. `Estamos muito otimistas e empenhados no sucesso do projeto. Os treinamentos do Sebrae são intensos e contribuem para elevar a auto-estima dos funcionários`, afirma Gina Augusta de Oliveira Fernandes, gerente do Hotel Cívico da mesma cidade.

Fonte: SEBRAE

  
  

Publicado por em

Marco Pires

Marco Pires

26/08/2008 18:11:34
O assunto é muito interessante e gostaria de saber mais detalhes da cadeia envolvida em todo o Projeto. Isso é possível?