São Paulo ganha novo roteiro turístico

A história e a arquitetura de oito fortalezas edificadas entre os séculos XVI e XX estarão ao alcance dos visitantes da Baixada Santista.O roteiro turístico Circuito dos Fortes, da Região Metropolitana da Baixada Santista, começa a se tornar realidade.

  
  

A história e a arquitetura de oito fortalezas edificadas entre os séculos XVI e XX estarão ao alcance dos visitantes da Baixada Santista.O roteiro turístico Circuito dos Fortes, da Região Metropolitana da Baixada Santista, começa a se tornar realidade.

Foi assinada ontem (11/02) resolução instituindo o programa pelo Secretário da Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo, João Carlos de Souza Meirelles. O ato aconteceu na Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande, no Guarujá, com vista privilegiada da baía de Santos.

O roteiro integra o novo pólo de referência histórico-cultural os municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém,Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.

“A grande indústria do século XXI é a do Turismo”, diz o Secretário Meirelles, preocupado em transformar todo esse patrimônio em trabalho e renda. “

Programas como esse, que explora uma vertente histórica, criam condições turísticas o ano todo, com um atrativo permanente, não se restringindo à temporada de verão”, comemora.

A partir do mês de julho entrará em operação a sinalização de todo o Circuito,“facilitando a ida e vinda dos interessados em conhecer uma parte da nossa história”, conclui Meirelles.

Com o Circuito dos Fortes, os turistas poderão conhecer, em dois dias, a Fortaleza de Itaipu (século XX); a Casa do Trem Bélico (séc. XVII); a Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande (séc. XVI); o Forte Augusto (séc. XVII); a Fortaleza dos Andradas (séc. XX); a Fortaleza do Itapema (séc. XVI); a Fortaleza São João (séc. XVI) e o Forte São Felipe (séc. XVI). A Fortaleza de Santo Amaro, cenário do evento, é a única fortaleza espanhola fora dos domínios da Espanha e data de 1583.

Também assinaram a Resolução: Marco Antonio Castello Branco, Secretário Executivo de Turismo; Gilson Carlos Bargieri, presidente do CONDESB (Conselho do Desenvolvimento Metropolitano da Baixada Santista); Koyu Iha, diretor executivo da AGEM(Agência Metropolitana da Baixada Santista); James Sinclair Mayer,general do Exército Brasileiro; Victor Hugo Mori diretor técnico do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional); Maria Helena de Almeida Lambert, reitora da Universidade Católica de Santos; Alberto Ferreira do Carmo Filho, da Sociedade Visconde de São Leopoldo; e Flávio Antônio Corrêa, presidente da Fundação Cultural Exército Brasileiro.

Fonte: Secr.Ciência, Tec., Desenv. Econ. e Turismo

São Paulo

  
  

Publicado por em