São Paulo terá US$ 9 mi para ecoturismo

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Alberto Moreno, e o governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin assinaram, na semana passada, um empréstimo de US$ 9 milhões para um projeto de ecoturismo na região da Mata Atlântica ness

  
  

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Alberto Moreno, e o governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin assinaram, na semana passada, um empréstimo de US$ 9 milhões para um projeto de ecoturismo na região da Mata Atlântica nesse estado. O embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Roberto Abdenur, assinou os documentos em nome do governo federal.

Os funcionários assinaram também dois memorandos de entendimento para trabalhar conjuntamente para a concretização da segunda etapa de um programa de recuperação de estradas e de outro projeto de fortalecimento do sistemas produtivos locais no estado.

Os recursos permitirão à Secretaria do Meio Ambiente do estado de São Paulo promover a conservação da Mata Atlântica e incentivar o desenvolvimento socioeconômico mediante o crescimento sustentável do potencial de ecoturismo da área.

O projeto consolidará seis parques estaduais como produtos turísticos com capacidade de atrair, reter e satisfazer um mercado diversificado de visitantes, protegendo ao mesmo tempo o patrimônio natural. A iniciativa melhorará as instalações turísticas e a administração de visitantes e fortalecerá a capacidade de gestão do ecoturismo por parte da secretaria.

Cinco parques estão localizados no Vale do Ribeira e o sexto, o Parque Estadual de Ilhabela, está localizado no litoral norte de São Paulo, com uma área conjunta de 320.000 hectares.

Esses parques foram selecionados devido à riqueza de seus recursos naturais, potencial para ajudar a melhorar as condições socioeconômicas da região e porque poderão servir como estudos de caso de medidas de planejamento, gestão e controle da atividade ecoturística.

Os residentes na área de influência do projeto serão capacitados para melhorar a qualidade dos serviços de turismo e aumentar os benefícios decorrentes de um fluxo crescente de visitantes.

Com este projeto, o BID promoverá sustentabilidade ambiental, pequenas e médias empresas, produtividade e infra-estrutura, redução da pobreza, participação da mulher e eqüidade de gênero, bem como modernização das instituições públicas.

Fonte: Banco Interamericano de Desenvolvimento

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em