São Sebastião-SP oferece aos turistas cultura e ecoturismo

Conhecer mais da nossa história e saber como tudo começou, já parece muito interessante. Mas quando é possível fazer tudo isso desfrutando ainda de belezas naturais, pode ser ainda melhor.Quem visita São Sebastião, a cidade mais antiga do litoral norte pa

  
  

Conhecer mais da nossa história e saber como tudo começou, já parece muito interessante. Mas quando é possível fazer tudo isso desfrutando ainda de belezas naturais, pode ser ainda melhor.Quem visita São Sebastião, a cidade mais antiga do litoral norte paulista, pode conferir o que a história deixou de melhor e, além disso, toda a generosidade da mãe natureza.

Convento Nossa Senhora do Amparo

São sete quarteirões e 29 edifícios tombados isoladamente pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico a Turístico do Estado) desde 1969 e a Casa Esperança, tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em 1955.

Passeando pelas ruas de pedra, o visitante pode sentir um pouco mais de como foi viver no século XVII. O Centro Histórico com seus casarios antigos reúne romance e história a cada esquina. Uma das principais construções deste conjunto arquitetônico tombado está na Praça do Coreto. Trata-se da Igreja Matriz, originalmente construída em taipa mantendo características da influência jesuítica.

A Casa de Câmara e Cadeia que guarda características da arquitetura do século XVII, hoje é a sede do 20° Batalhão da Polícia Militar.Localizada na Rua da Praia, a Casa Esperança é uma das construções mais antigas do município datada do século XVIII, feita em pedra e cal com argamassa de conchas, areia e óleo de baleia. As pedras que ornam as esquadrias vindas prontas de Portugal e as pinturas no teto demonstram uma riqueza que não era comum nas construções da época em São Sebastião.

Para os que não se contentam apenas com história e romance, em São Sebastião é possível conhecer a história praticando ecoturismo. Uma boa pedida neste sentido é visitar o Sítio Arqueológico. Trata-se de uma antiga fazenda com indícios da atividade agrícola (café e cana-de-açúcar), atividade industrial (derivados do açúcar) e de vestígios da forma clandestina do tráfico de escravos. No local o visitante vai conferir a existência de vestígios de colunas, paredes, escadarias em pedras, terraços com floreiras, muros de contenção ornados com figuras, aquedutos, arcos sobre pequenos vales e canaletas em pedras que existem desde o século XVIII.

Você está se perguntando onde está o ecoturismo? É que para chegar até esta antiga fazenda é necessário encarar uma hora de trilha e escadarias, que levam ao Sítio que está a 260 m de altitude, em meio a Serra do Mar. Partindo do Centro histórico da cidade, são oito quilômetros, com acesso pelo Bairro do São Francisco, onde também está outra grande obra de arte a céu aberto: O Convento Nossa Senhora do Amparo, que ganha ainda mais charme por estar rodeado por uma tradicional vila de pescadores.

Como conhecer?

Basta agendar uma visita com monitores capacitados no Centro de Informações Turísticas pelo telefone(12) 3892-2620.

Quer ir de carro?

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), em parceria com o SEBRAE e SENAC capacitou um grupo de onze taxistas, visando a qualidade no atendimento e facilidade na recepção da demanda turística. O Programa consiste na realização de roteiros contemplativos denominados de “Caminhos” proporcionando passeios aos atrativos naturais e culturais além das opções de entretenimento e transfer Aeroporto – São Sebastião – Aeroporto.

Conheça os “Caminhos” do programa: Caminho do Descobrimento, Caminho das Praias – Beach Tour, Caminho das Artes e das Compras, Caminho do Ecoturismo, Caminhos do Litoral Norte (Projeto TAMAR, Aquário de Ubatuba, Ilhabela, Riviera de São Lourenço), Caminho do Conhecimento, Caminho do Aeroporto, By Night, Teatro, Cinema e Restaurantes.

Consulte os detalhes destes passeios: (12) 3892-2620.

Fonte: Secretaria de Turismo de São Sebastião

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em