Segredos do Rio São Francisco ao alcance de todos

Roteiro turístico permite recriar a aventura vivida por Dom Pedro II há quase dois séculos

  
  
Roteiro turístico permite reviver a aventura vivida por Dom Pedro II há 150 anos

Em outubro de 1859, Dom Pedro II chegou ao estado de Alagoas. O último monarca do império brasileiro desejava conhecer as cachoeiras da região e os encantos do Rio São Francisco, num trajeto de 1.476km, de Piaçabuçu a Paulo Afonso (na Bahia). A aventura foi registrada num diário, onde Dom Pedro relata seu encanto com os atrativos locais. E agora, tanto tempo depois, vai se transformar em roteiro turístico.

“O rio, do Penedo para cima, ainda é muito mais bonito e interessante. É o ponto que mais me tem agradado até agora. Vi ao longe um bando de marrecas voando da margem direita para a esquerda [do Rio São Francisco]”, comentou o imperador em seu diário de viagem.

Roteiro Caminhos da História e Aventura: Segredos do Rio São Francisco

Quem desejar seguir os passos de Dom Pedro II descobrirá que o estado de Alagoas tem muito mais a oferecer do que sol e praia. Há inúmeras belezas naturais e históricas, como rios, mangues, lagoas e sítios da época do império. Refazer a aventura do último imperador do Brasil é possível por meio do roteiro Caminhos da História e Aventura – Os Segredos do Rio São Francisco, que oferece aos viajantes a possibilidade de conhecer os encantos do majestoso rio brasileiro.

Às margens do rio, municípios como Piaçabuçu e Penedo, com suas escadarias e igrejas antigas, dão ao turista uma passagem de volta ao tempo. Na região, história se confunde com cultura, arte e aventura, num roteiro onde é possível visitar pontos turísticos históricos, cruzar dunas de areia branca ou navegar pelas calmas águas do Velho Chico. Diz uma lenda local que “quem um dia mergulha nestas águas, sempre retorna, seja ao litoral ou ao sertão”.

O roteiro Caminhos da História começa em Maceió e passa por Piaçabuçu, Penedo, Piranhas, Olho d´Água do Cansado e Delmiro Gouveia. Na viagem: um mergulho nas piscinas naturais da Pajuçara, uma visita ao Museu Paço Imperial, à área de Preservação Ambiental da Marituba do Peixe, um passeio no Canyon do São Francisco e uma passagem pelo sítio histórico de Angiquinho, onde está a primeira usina hidrelétrica construída no nordeste.

O melhor de tudo é que as paisagens contempladas pelo imperador continuam lá, praticamente intocadas e aguardando a visita de brasileiros que ainda não descobriram as belezas da região do São Francisco. Reviver os passos do último imperador do Brasil nunca foi tão fácil.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em

Alexandre Barros

Alexandre Barros

13/08/2011 18:06:59
Em certa ocasião tive a oportunidade de assistir a uma exposição denominada de "As viagens de D.Pedro ao Nordeste do Brasil", no museu imperial, em Petrópolis. Chamou-me a atenção o fato, de que em cada lugar que passava, o Imperador produzia dezenhos a grafite retratando-os. Mais impressionou-me, ainda, uma paisagem em Traipú-AL, a qual, consegui reconhecer perfeitamente. É válida a exploração turística enfatizando a história e a importância desta região.

Regina Dolfi

Regina Dolfi

08/10/2009 22:35:43
Só conheci Penedo. E adoraria fazer esse roteiro. Parabéns pela brilhante iniciativa deste roteiro turistico.

Aurélio v eloso leal

Aurélio v eloso leal

08/10/2009 09:10:53
Do pouco que já conheço daquela região onde deságua o São Francisco, acho que vale a pena uma exploração mais detalhada da divisa Sergipe-Alagoas. Devo voltar por lá em breve com um programa de viagem mais cuidadoso.