Seminário Internacional de Comércio Eletrônico e Turismo

Por Maria Claudia Silveira Aconteceu nesta segunda e terça feira, 15 e 16 de setembro de 2003, o Seminário Internacional de Comércio Eletrônico e Turismo. Patrocinado pelo Sebrae, Gran Meliá, Correios, Varig e Redecard e organizado pelo Panrotas. O E

  
  

Por Maria Claudia Silveira

Aconteceu nesta segunda e terça feira, 15 e 16 de setembro de 2003, o Seminário Internacional de Comércio Eletrônico e Turismo. Patrocinado pelo Sebrae, Gran Meliá, Correios, Varig e Redecard e organizado pelo Panrotas. O EcoViagem esteve lá para checar a seqüência de palestras ministradas por importantes representantes do turismo e das tecnologias aliadas ao segmento.

Entre os convidados, o Presidente da Embratur, Eduardo Sanovicz, o Secretário Executivo do Ministério do Turismo, Marcio Favilla, e empresários internacionais como Felipe Gonzalez Abad, diretor geral da Savia – Amadeus.

Entre os participantes, proprietários de agências, de associações, representantes de grandes empresas, de universidades, entre os muitos empreendedores ligados hoje ao segmento do turismo. Todos buscando as novidades tecnológicas, entre elas o potencial da Internet, que promete ser, e já vem sendo, uma ferramenta imprescindível no crescimento do ramo.

Carl Marcussen, PHD em Marketing e pesquisador sênior de turismo na Dinamarca, fez uma comparação com o panorama e as tendências do mercado online entre USA, Europa e Brasil. Mostrando que nos últimos dois anos, o Brasil cresceu de 5 para 14 milhões de usuários, representando hoje 40 % dos usuários da América Latina. Porém, ainda temos muito a explorar se comparados ao volume de capital movimentado na Europa e, principalmente, nos Estados Unidos.

Entre estas estatísticas, a presença significativa de Nick Eckert, diretor de marketing da Web Solutions, na palestra: “Tecnologia para promover, facilitar vendas, dedicado a destinos, hotelaria e outras empresas relacionadas ao Turismo”, mostrou e eficácia do e-marketing, e do uso dos browsers nas empresas que estão apostando na tecnologia.

Ao final das exposições, foi dada abertura ao público para interagir com perguntas, e uma mesa redonda permitiu aos participantes vivenciar as discussões quanto ao nosso mercado. Surgiram polêmicas quanto à nova atuação do governo eletrônico, já que a EMBRATUR está lançando seu novo Site, e promete divulgar o Brasil com tecnologia de ponta.

Sistemas de Cobranças online, canais de distribuição entre outros assuntos, provaram a todos que a informação levará o mercado turístico às alturas, atendendo às metas do novo governo, em dobrar o número de turistas estrangeiros até 2007. Vamos torcer e nos informatizar para isto!

  
  

Publicado por em