Turismo no Noroeste de São Paulo ganha a Rota do Sol

As cidades de Cardoso e São José do Rio Preto passam a integrar o primeiro roteiro turístico do Noroeste de São Paulo. A reunião que definiu a criação da Rota do Sol no Circuito dos Grandes Lagos foi realizada no Hotel Fazenda Foz do Marinheiro no dia 13

  
  

As cidades de Cardoso e São José do Rio Preto passam a integrar o primeiro roteiro turístico do Noroeste de São Paulo. A reunião que definiu a criação da Rota do Sol no Circuito dos Grandes Lagos foi realizada no Hotel Fazenda Foz do Marinheiro no dia 13 de março a convite da proprietária Valéria Minhos Foz.

Estiveram presentes ao encontro o secretário de Desenvolvimento Econômico e Negócios de Turismo de São José do Rio Preto e presidente do Rio Preto Convention & Visitor Bureau (RPCVB), Márcio Sansão, Aurimar Carlos Teixeira, diretor-executivo da RPCVB, Renato Tozato, representante da Thermas de Rio Preto e Emerson da Silveira, diretor da operadora DSE- Dirceu Silveira Excursões, de Ribeirão Preto e secretário do Sindicato das Agências de Viagens e Representações Turísticas de Ribeirão Preto e Região.

Para Valéria Foz, a reunião foi um marco inédito e histórico para o turismo do estado de São Paulo, já que representantes de setores turísticos sentaram à mesa e discutiram e definiram a criação de uma rota de turismo até então inexplorada.

“A região dos Grandes Lagos merece a atenção de todos para um desenvolvimento sustentável e o turismo é o carro-chefe desse desenvolvimento”, disse Valéria.

A Rota do Sol já tem sua estréia marcada para o Salão do Turismo - Roteiros do Brasil que será realizado entre 1º e 5 de junho de 2005, no Expo Center Norte, em São Paulo.

A região Noroeste do Estado de São Paulo possui mais de 50 cidades, num raio de 200 quilômetros, que merecem destaque com relação ao turismo. A população dessa região chega a quatro milhões de habitantes e faz parte de um dos maiores mercados consumidores do país.

Sua influência ultrapassa os limites estaduais e atinge partes da Região Centro-Oeste e do Triângulo Mineiro, formando micro e macro raios de progresso , anéis de riqueza, com vetores de desenvolvimento , do seu entorno.

É rica em lugares com belezas naturais, como cachoeiras, rios e lagos, lugares propícios para passeios divertidos e muito lazer e representa um grande potencial turístico.

Existem cerca de 30 prainhas na região dos Grandes Lagos, formada graças ao represamento de rios para a construção de usinas hidrelétricas, onde o turismo se desenvolve em torno da pesca e do lazer, locais que atraem milhares de pessoas todos os fins de semana, principalmente os praticantes de esportes náuticos.

Com a criação do Rota do Sol, os turistas poderão aproveitar da beleza e importância para a saúde das Thermas Águas Quentes Naturais e dos doces artesanais em São José do Rio Preto.

Já Cardoso oferece ao turista um dos maiores parques aquáticos do Estado de São Paulo que é a represa de Água Vermelha que teve origem pela construção da barragem da Hidrelétrica de Água Vermelha, que represou o Rio Grande alagando e envolvendo os rios Marinheiro, Turvo e Tomaizão.

A praia artificial de Cardoso, é uma das mais belas de todas as que se formaram às margens do grande lago. Há também o ecoturismo e o turismo rural com destaque para o Hotel Fazenda Foz do Marinheiro que recebe a cada final de semana cerca de 200 pessoas de diversas partes de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Rota do Sol

  
  

Publicado por em