A evolução das campanhas de promoção internacional do Brasil é apresentada ao público durante o Salão de Turismo

Após o encerramento do Salão do Turismo, a exposição será colocada à disposição de estudantes e professores, especialmente das áreas de Turismo, Comunicação e Marketing

  
  
Materiais promocionais para divulgação do Brasil no exterior / Vera Enderle<br />Uma mostra das peças promocionais utilizadas para a divulgação do País lá fora é um dos atrativos da exposição “O Brasil Sensacional pelo olhar do turista estrangeiro”, aberta ao público que visita o 3º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, que acontece em São Paulo até este domingo, dia 22.

A ação é organizada pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) – unidade do Ministério do Turismo responsável pela promoção, marketing e apoio à comercialização do Destino Brasil no mercado internacional.

A exposição permite, por meio de uma linha do tempo, conhecer a percepção do turista estrangeiro em relação ao Brasil e como a Embratur vem trabalhando as mensagens de comunicação para este público de 2003 até agora. O destaque fica por conta da construção do Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional e da criação da Marca Brasil, identidade turística do País no exterior. Lançados em 2005, norteiam todo o planejamento e execução das ações de promoção no mercado internacional.

Outro ponto forte da exposição é a campanha “Brasil, vire fã”, também lançada em 2005. Em sua primeira fase trazia imagens de visitantes estrangeiros com o rosto pintado com as cores da Marca Brasil em frente aos principais cartões postais do País. A segunda etapa, executada em 2006, seguia a mesma linha conceitual, porém sem os rostos pintados. Tudo baseado em pesquisas que mostram o grau de satisfação do turista estrangeiro, o que se traduz na fidelização do destino.

Segundo pesquisa da Vox Populi para atualização do Plano Aquarela, realizada com turistas que visitaram o Brasil, 86% dos disseram ter intenção de voltar e 96% que recomendariam o destino a amigos e parentes.

“A imagem do Brasil lá fora mudou muito. O País vem sendo cada vez mais reconhecido e admirado em diversos setores da economia e no turismo não é diferente. Somos vistos como um povo alegre, hospitaleiro, e é importante que o brasileiro perceba esta mudança, resultado do esforço de toda a sociedade”, afirma Cibele Hoisel, coordenadora de Relações Institucionais da Embratur e responsável pela mostra.

Ainda a ser lançada no segundo semestre, a terceira etapa da campanha, reformulada a partir da atualização do Plano, trará a diversidade de destinos como diferencial. A idéia é mostrar imagens dos mais variados destinos, nas cinco regiões, e não apenas os já consagrados cartões postais. Destinos como Pirenópolis (GO) e Pantanal, na região mais central do país, são um bom exemplo disso.

Após o encerramento do Salão do Turismo, a exposição será colocada à disposição de estudantes e professores, especialmente das áreas de Turismo, Comunicação e Marketing, o principal público da mostra durante o evento.

Sobre o Plano Aquarela:

Lançado em 2005, o estudo foi atualizado para o período 2007-2010. Entrou em sua segunda fase com o desafio de manter o País na liderança turística da América do Sul com o objetivo de atrair mais turistas, que gastem mais e visitem mais destinos.

Para alcançar as metas de 7,9 milhões de turistas estrangeiros e de US$ 7,7 bilhões em gastos desses visitantes no Brasil em 2010, o Plano definiu grupos de mercados-prioritários a partir de fatores como acessibilidade aérea, oferta turística brasileira atual no país, divulgação já existente de produtos e serviços nacionais.

Fonte: EMBRATUR

  
  

Publicado por em