Apoiando a agricultura familiar

Agricultores selecionados para o 5º Salão do Turismo recebem capacitação

  
  

Agricultores selecionados para participar do Mercado da Agricultura Familiar, durante o 5° Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, que acontece de 26 a 30 de maio, em São Paulo (SP), participam até esta terça-feira (28) de oficina de capacitação em Brasília (DF). O objetivo é apresentar o Salão do Turismo e o Mercado de Agricultura Familiar aos agricultores e orientá-los sobre logística, exigências do mercado, formação de preços e comportamento frente ao comprador.

Para o representante da Cooperativa Agrofamiliar Solidária dos Apicultores da Costa Oeste do Paraná (Coofamel), Wagner Gazziero, o Salão será uma “oportunidade comercializar diretamente para o público final, estabelecer negócios potenciais e, quem sabe, ser incluído em um novo roteiro turístico”. A Coofamel, criada em 2006, trabalha com mel, própolis e mais de 30 ervas medicinais. A cooperativa abrange 29 municípios e conta com 101 associados e 332 famílias assistidas.

Gazziero conta que, com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), há dois anos, os produtos da cooperativa são vendidos para hotéis da região. Além disso, os empreendimentos da Coofamel foram incluídos nos roteiros turísticos municipais e regionais.

“Os produtores passaram a receber turistas interessados no processo de produção do mel e beneficiamento dos produtos. Os turistas vestem roupa própria para visitar as colméias com segurança e assistem ao processo de fabricação dos produtos”, explica. É a primeira vez que a Coofamel participa do Salão.

Já o representante da Cooperativa Vida Natural (Coopernatural), localizada nas Serras Gaúchas, Ricardo Fritsch, é frequentador assíduo do Salão. O agricultor participou das três últimas edições do evento. “O Salão é uma grande oportunidade de divulgar nossos produtos. Hoje, nossos produtos são ofertados como brinde para quem compra um carro da Audi, negócio fechado durante o Salão”, lembra. Segundo Fristch, a meta para este ano é dobrar as vendas. A Coopernatural, hoje, com 28 sócios, produz sucos e vinhos.

A coordenadora de Produção Associada ao Turismo do MTur, Gabrielle Andrade, explica que a oficina pré Salão é uma forma de explicar a dinâmica do evento aos agricultores. “Durante a oficina, os agricultores se preparam para atender o visitante do evento, aprendem como estabelecer contatos de negócios e institucionais. Além disso, trocam experiências e interagem com os outros agricultores”.

Segundo Andrade, este ano o Mercado da Agricultura Familiar contará com mil metros quadrados. A grande novidade será o espaço Consumo Imediato, onde os visitantes poderão degustar com calma, em ambiente com mesas e cadeiras, produtos orgânicos certificados e da sociobiodiversidade como café, castanhas, sorvetes e sucos.

Mercado da Agricultura Familiar – Para o 5° Salão do Turismo, o Ministério do Turismo (MTur) selecionou 30 empreendimentos, entre associações, cooperativas e redes, nas cinco regiões brasileiras, para comercializarem doces, biscoitos, conservas, castanhas, sucos e vinhos, entre outras delícias.

A expectativa é beneficiar mais de 20.500 famílias representadas pelas associações, cooperativas e redes de empreendimentos. Em 2009, durante os cinco dias de evento, foram comercializados mais de R$ 200 mil, com uma estimativa de negócios futuros de R$ 1,8 milhão.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em