Artesanato sul-mato-grossense marca presença na Abav 2009 - Feira das Américas

O artesanato sul-mato-grossense é presença marcante no mercado nacional e a visibilidade de seus produtos artesanais é alcançada principalmente pela participação em feiras estaduais e nacionais.

  
  

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) leva o artesanato sul-mato-grossense para a Feira das Américas, que acontece a partir desta quarta-feira (21) no Riocentro Exhibition & Convention Center, que fica na avenida Salvador Alende, 6555, Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O evento permanece até o dia 23 de outubro.

A Abav 2009 - Feira das Américas é o maior e mais importante evento de turismo realizado nas Américas. Reconhecida pela indústria como o principal foco de comercialização e comunicação do setor, a Feira das Américas reúne expositores de toda a cadeia produtiva que dá suporte ao turismo no País.

Mais de 27 mil profissionais visitam a feira, num ambiente único onde eles podem realizar negócios com os mil expositores e delegações estrangeiras de 35 diferentes países, além de atualizar-se nas diversas palestras do 37º Congresso Brasileiro de Agências de Viagens.

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) promove há 50 anos ações que contribuem com o desenvolvimento do turismo brasileiro, tornando-se a associação mais representativa do setor. Dentre suas atividades está a realização da Feira das Américas.

A primeira edição da Feira das Américas aconteceu em 1974, no Guarujá – SP. Após um período de realização itinerante fixou-se na cidade do Rio de Janeiro a partir de 2004. Com um crescimento contínuo durante esses mais de 30 anos, o evento tornou-se o maior e mais importante do continente, reunindo os principais nomes, marcas e negócios do segmento turístico.

Artesanato sul-mato-grossense

Aqueles que representam diversidade cultural e criativa do povo brasileiro, os artesãos, têm recebido uma atenção especial do Governo de Mato Grosso do Sul. Com o incentivo da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, o artesanato sul-mato-grossense é presença marcante no mercado nacional e a visibilidade de seus produtos artesanais é alcançada principalmente pela participação em feiras estaduais e nacionais. Profissionais do Estado também conquistaram o prêmio Top 100, do Sebrae, obtendo reconhecimento pela qualidade dos trabalhos.

Além disso, a FCMS vem multiplicando os núcleos de produção do Estado, por meio do projeto Artesania, que leva oficinas de diversos ramos do fazer artesanal para comunidades do interior do Estado, aproveitando sempre as potencialidades de matéria-prima de cada local. Ele visa resgatar, também, os ofícios tradicionais transformando-os numa possibilidade econômica de geração de trabalho e renda nas comunidades.

Entre as oficinas realizadas figuram as que utilizam a palha de milho e de bananeira, frutas típicas para a produção de doces em compotas e cristalizados, fibra de taboa, tecidos, crochê e bordado com motivos pantaneiros, modelagem em cerâmica, madeira, osso, bambu, cabaça, entre outras.

Os artesãos recebem ainda capacitações para gestão dos produtos como formação de preços, a elaboração da identidade visual, criação de embalagem, logomarca, rótulos e material de divulgação, para agregar valor na comercialização dos produtos e atender as exigências do mercado consumidor.

A Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais da FCMS fica no Memorial da Cultura e da Cidadania na avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 – 5º Andar. Mais informações nos telefones 3316-9107 e 3316-9333.

Fonte: Notícias de Mato Grosso do Sul

  
  

Publicado por em