Brasil e Chile juntos pelo turismo social

Público da terceira idade será priorizado em ações de intercâmbio de turistas

  
  

Os governos do Brasil e do Chile trabalharão juntos para promover e desenvolver a cooperação no campo do turismo social, particularmente em relação aos programas de viagens destinados ao público da Terceira Idade. Esse é o objeto do Acordo de Cooperação assinado nesta quinta-feira (22), na Feira das Américas, no Rio de Janeiro, pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, e o diretor da Secretaria Nacional de Turismo do Chile, Oscar Santelices.

“É uma ação que vai beneficiar os dois países. É bom para ambos os países e o mercado sul-americano é estratégico para o Brasil”, disse o ministro na assinatura do ato. O representante chileno acrescentou que o acordo permitirá que os idosos do país vizinho conheçam o Brasil e os brasileiros o Chile.

O acordo prevê apoio a iniciativas para facilitar o intercâmbio de passageiros entre os dois países. Uma forma, segundo o documento, de promover o aumento de emprego e renda para as populações locais. Será mais uma oportunidade de turismo de baixo custo para o público do Viaja Mais Melhor Idade, criado em 2007 pelo MTur, para pessoas com mais de 60 anos de idade.

O programa brasileiro foi inspirado no modelo de Turismo Social criado na Espanha e adotado pelo Chile há mais de sete anos.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em

Ayrton

Ayrton

24/10/2009 10:58:17
Parabeniso a ação, entretanto,é preciso mais operacionalidade para que nós, com mais de 60, possamos fazer uso deste benefício de uma maneira prática e transparente, visto já, por diversas vezes, tentar uma sintonia mais transparente com os diversos programas voltados para esse segmento e encontrar dificuldade na informação.