Brasil sedia conferência de ecoturismo

O turismo de natureza é o que mais cresce no mundo, com expansão de 15% a 25% ao ano, de acordo com a Organização Mundial de Turismo

  
  

O ministro do Turismo, Vinicius Lages, participou no sábado (26/4) da abertura da 8ª Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável, em Bonito (MS).O evento acontecerá até o dia 30 de abril.

Considerado um dos encontros mais importantes do segmento, a ESTC 14 tem por objetivo renovar as metas de sustentabilidade para a indústria do turismo, além de promover políticas sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento de empresas e comunidades.

“Bonito é um destino que irradia desenvolvimento ao seu redor. A cidade é, também, um exemplo de gestão sustentável do turismo o que a torna um palco qualificado para a troca de experiências de um tema tão complexo como a sustentabilidade”, afirmou o ministro.

A conferência de Bonito tem o propósito de contribuir para a erradicação da pobreza e a proteção do Meio Ambiente, conforme recente resolução da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Assim, o ecoturismo se torna chave nesse processo na medida que promove a inclusão produtiva e contribui fortemente para a proteção do Meio Ambiente”, disse o ministro.

O turismo de natureza é o que mais cresce no mundo, com expansão de 15% a 25% ao ano, de acordo com a Organização Mundial de Turismo.

É o segundo, depois do segmento de sol e praia, na preferência dos turistas internacionais que visitam o Brasil a lazer (21% em 2012), de acordo com o Ministério do Turismo.

Hoje o Brasil é o primeiro do mundo em recursos naturais e o 23º em recursos culturais, segundo ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial.

O Ministério do Turismo e a Embratur terão um estande para divulgar ações que contribuam para o desenvolvimento e a estruturação do segmento de ecoturismo e turismo de aventura no país. Entre elas, destaca-se o projeto de Estruturação do Turismo nos Parques Nacionais.

Os debates, workshops e mesas redondas envolvem mais de 30 palestrantes, entre eles, a turismóloga Mariana Madureira, especialista em planejamento urbano e turismo de base comunitária; e o japonês Masaru Takayama, que trabalha com construções habitacionais ecológicas.

A Conferência (ESTC, na sigla, em inglês) é realizada pela Sociedade Internacional de Ecoturismo em parceria com o Convention & Visitors Bureau de Bonito, a prefeitura de Bonito, a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul e a Embratur. Realizada pela primeira vez no Brasil, a conferência deve reunir cerca de 600 representantes de 50 países.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em