Ciclo de palestras discute segurança para a Rio+20

O Ministério do Turismo apresentou a empresários da rede hoteleira uma de suas principais iniciativas voltadas para a segurança: o projeto Registro Nacional de Hóspedes

  
  

O Ministério do Turismo apresentou a empresários da rede hoteleira uma de suas principais iniciativas voltadas para a segurança: o projeto Registro Nacional de Hóspedes.

O tema foi debatido durante evento promovido pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e o Comando Militar do Leste (CML), no Rio de Janeiro. O encontro teve o objetivo de discutir a atividade de inteligência aplicada à segurança, já com vistas à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que acontecerá entre os dias 20 e 22 de junho na capital carioca.

O projeto é um sistema de cadastro único, por meio eletrônico, que reunirá os principais dados dos turistas. Será possível traçar um perfil, tendo como base informações como a motivação da viagem e o tempo de permanência. Um piloto já está sendo implementado em hotéis de Brasília e a expectativa é que todos os hotéis das cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014 estejam ligados ao registro nacional até o final deste ano.

O diretor do Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico do MTur, Ricardo Moesh, reforçou passará a ser obrigatória, também, a apresentação de um documento de identificação no momento do check-in nos hotéis. "A medida trará mais segurança para o empreendimento e os turistas", afirmou. Durante o evento, ele apresentou outros projetos desenvolvidos pelo MTur para o ordenamento do setor, como o Cadastur, o Sistema Brasileiro de Classificação dos Meios de Hospedagem (SBClass) e o Selo Nacional de Qualidade do Turismo.

O encontro tem o apoio da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio de Janeiro (Abav/RJ) e foi aberto pelo diretor do Departamento de Integração do Sistema Brasileiro de Inteligência da Abin, Carlos Alberto Ataide Trindade. Segundo ele, as ações de inteligência na Rio+20 serão feitas a partir do padrão implementado nos Jogos Panamericanos, que ocorreram no Rio de Janeiro em 2007. "A Rio+20 terá proporções gigantescas e precisamos do comprometimento de todos para que o desenrolar do plano estratégico e operacional seja um sucesso", declarou.

Amanhã as palestras terão como foco os profissionais que trabalham com agências de viagens de receptivo e as empresas aéreas. O evento terá início às 9h e será realizado no auditório da Abav/RJ, na Rua Senador Dantas, 76, 2º andar, Centro.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em