Cinema Nacional divulga destinos brasileiros na Argentina

O objetivo é aliar a força do cinema nacional ao turismo para atrair mais visitantes argentinos ao País.

  
  

Aliar a força do cinema nacional ao turismo para atrair mais visitantes argentinos ao País. Com o II Cine Fest Brasil Buenos Aires, que começa hoje e vai até o dia 30 de abril, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), promove os destinos brasileiros na Argentina e um verdadeiro intercâmbio cultural entre os dois países. A mostra competitiva apresenta quinze filmes que permitirão aos apaixonados pela sétima arte conhecerem um pouco mais sobre a cultura, a gastronomia e a música brasileira.

De olho no mercado sul-americano, que só em 2007 trouxe quase dois milhões de turistas ao Brasil, a Embratur irá montar um estande no evento e fará a distribuição de materiais promocionais e brindes como camisetas e sacolas personalizadas com a Marca Brasil, produzidas com material reciclado. Dentro delas, guias de roteiros turísticos brasileiros em espanhol, chaveiros, pins e imãs de geladeira com imagens dos destinos brasileiros reforçam a divulgação turística do País.

O II Cine Fest Brasil em Buenos Aires lança a temporada 2009 do Circuito Infinito que levará o cinema brasileiro para cidades como Vancouver (Canadá), Roma (Itália), Londres (Inglaterra), Madrid e Barcelona (Espanha), Miami e Nova York (Estados Unidos). Essa não é a primeira vez que a Embratur apoia festivais de cinema para promover os destinos brasileiros. Em 2008, o Instituto esteve em oito festivais com o projeto Circuito Infinito em países como Espanha, Argentina, França, Estados Unidos e Inglaterra.

O Festival
O II Film Fest Brasil Buenos Aires ocorrerá no complexo Village Recoleta, no mesmo local da última edição em 2008. Entre os longas-metragens selecionados para o II Cine Fest Brasil em Buenos Aires estão: Os Desafinados, de Walter Lima Jr; A Festa da Menina Morta, de Matheus Nachtergaele; Meu Nome não é Johnny, de Mauro Lima; Nome Próprio, de Murilo Salles e Bela Noite para Voar, de Zelito Viana.

Fonte: Secretaria de Turismo de Piauí

  
  

Publicado por em