Copa do Mundo de 2014 será tema de destaque de evento de turismo

Brasília vai sediar Encontro Nacional de Competitividade Turística dos 65 Destinos Indutores do Turismo

  
  

A Copa do Mundo 2014 começa a entrar na agenda de eventos e debates do setor de turismo nacional. Pela segunda vez, o Brasil vai sediar o maior evento de futebol do planeta. A primeira foi em 1950, quando a seleção brasileira perdeu o título para o Uruguai no Maracanã.

Nos dias 7 e 8 de abril próximos, o Ministério do Turismo (Mtur) realizará o ‘Encontro Nacional de Competitividade Turística dos 65 Destinos Indutores do Turismo’, no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília, e a Copa do Mundo será um dos temas debatidos. O evento vai reunir autoridades federais, estaduais e municipais, parlamentares, empresários, empreendedores, entidades esportivas, produtores de evento, instituições parceiras do turismo, entre outros.

Entre os sessenta e cinco municípios considerados indutores do turismo, dezessete são candidatos a cidade-sede dos jogos da Copa do Mundo 2014. O anúncio da Federação Internacional de Futebol (FIFA) das doze selecionadas seria feito no próximo dia 20, porém foi adiado para o final de maio, nas Bahamas, conforme divulgação feita pela entidade, na última quarta-feira (11).

A organização do evento do Mtur em abril, que também tratará da Copa do Mundo, foi um dos temas do ‘11º Encontro dos Interlocutores Estaduais do Programa de Regionalização do Turismo’, que está sendo realizado na capital federal, desde quarta-feira (11) e com término na última sexta-feira (13). Participaram deste evento, representantes das secretarias estaduais de Turismo, do Sebrae nas unidades da Federação, entre outros.

A programação do encontro foi extensa e contempla vários temas e ações prioritários para o desenvolvimento do turismo nacional. Entre eles, se destacam: a regulamentação da Lei do Turismo; Cadastro Nacional de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur); projeto Economia da Experiência; projeto Rede de Cooperação para Roteirização Turística; projeto de Gestão Regional; estruturação dos 65 destinos indutores; fiscalização e vistoria integrada; e orientações sobre o 4º Salão Nacional do Turismo.

A partir do próximo dia 17, entra em vigor a obrigatoriedade do cadastramento de hotéis, agências, operadoras, prestadores de serviço do turismo, entre outros, no Cadastur (www.turismo.gov.br).

Integrar este cadastro, passará a ser exigência para participar de várias ações e procedimentos do trade de turismo, como receber apoio e recursos do Mtur para realização de eventos, por meio de emendas. Os municípios que pleitearem a obtenção de recursos para sediar eventos, feiras, congressos, etc, terão de contar com hotéis, agências e prestadores de serviços turísticos integrantes do Cadastur.

A tendência é de que em um futuro próximo apenas empresas e empreendimentos constantes do cadastro do Mtur poderão participar de projetos, ações , sites e até publicações, apoiados pelo ministério em parceria com o Sebrae e outras instituições parceiras.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em