Embratur promove o Brasil no mercado asiático

Confirmando a aposta no crescimento do número de turistas chineses no Brasil e reforçando o relacionamento entre os dois países, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), participa da BITE

  
  

Confirmando a aposta no crescimento do número de turistas chineses no Brasil e reforçando o relacionamento entre os dois países, o Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), participa da BITE 2007 (Beijing International Tourism Expo), em Pequim (Beijing), de 21 a 23 de junho.

A explosão da economia chinesa nos últimos anos levou ao aumento da renda per capita da população que, conseqüentemente, passou a gastar mais com viagens de turismo. A expectativa é de que, até 2020, a China seja o quarto país do mundo na emissão de turistas para o exterior. Por este motivo, o país é considerado um mercado “emergente e de oportunidades” pelo Plano Aquarela, Marketing Turístico Internacional do Brasil, implementado pela Embratur.

Em 2006, foi notado o reflexo do grande potencial do fluxo chinês ao ser registrado o ingresso de 37 mil turistas chineses no Brasil, mais do que o dobro dos 18 mil visitantes daqueles país em 2005. A meta é de que este número chegue a 125 mil turistas em 2010.

A BITE 2007 é considerada um dos mais importantes eventos do turismo na China e, durante a feira, o destino Brasil será divulgado e promovido no mercado asiático com o auxílio do Escritório Brasileiro de Turismo (EBT) do Japão. O evento contará com a presença de compradores e expositores, locais e de reconhecimento internacional.

Com a finalidade de identificar oportunidades de atuação junto a este novo mercado, a Embratur desenvolverá, ao longo de 2007, um plano específico de atuação para a China.

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em