Encontro prepara destinos turísticos brasileiros

Debater as novas diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo, reforçando a proposta de desenvolvimento sustentável e com qualidade dos 65 Destinos Indutores do turismo brasileiro.

  
  

Debater as novas diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo, reforçando a proposta de desenvolvimento sustentável e com qualidade dos 65 Destinos Indutores do turismo brasileiro. Essa será a principal missão de governadores, prefeitos, representantes dos órgãos oficiais de turismo e profissionais do setor durante o Encontro Nacional de Competitividade Turística – O Desenvolvimento do Turismo em Pauta, que acontece entre os dias 7 e 8 de abril, em Brasília.

Definidos para terem prioridades nos investimentos técnicos e financeiros do Ministério do Turismo (MTur), os 65 Destinos Indutores foram escolhidos a partir da sugestão de 87 locais (roteiros) que possuíam infra-estrutura básica e turística bem como atrativos qualificados capazes de trazer e distribuir turistas para as próprias cidades e seu entorno.

Apenas em 2008, o Ministério do Turismo investiu quase R$ 300 milhões em infra-estrutura para desenvolver os 65 Destinos Indutores e dinamizar a economia em suas regiões.

O encontro será uma importante ferramenta de troca de experiências e apresentação a novos prefeitos e entidades do Programa de Regionalização do Ministério do Turismo e dos 65 Destinos Indutores.

Estudo de Competitividade - Ainda no encontro, os prefeitos dos destinos indutores receberão o resultado do Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores – Relatório Brasil. Realizado pelo Ministério do Turismo (MTur), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena e Micro Empresa (Sebrae), o documento apresenta um diagnóstico das regiões prioritárias, apontando quais investimentos urgentes e de longo prazo são necessários para o desenvolvimento da atividade turística. O estudo apresenta, ainda, o nível de competitividade avaliando cinco macros dimensões: infra-estrutura, políticas públicas, economia, turismo e sustentabilidade.

Um dos objetivos da entrega dos estudos aos prefeitos é sensibilizar os municípios para as próximas ações que serão desenvolvidas no destino, principalmente no fornecimento de informações aos técnicos da FVG, que fazem o trabalho de campo. Os dados serão usados em um segundo diagnóstico, desenvolvido entre abril e junho deste ano.

Nesta segunda etapa serão analisados o atual estágio de desenvolvimento turístico dos destinos indutores e a capacidade de incremento de sua competitividade em relação à etapa anterior. Com os resultados, o MTur e os gestores locais poderão atualizar o plano de intervenção entre governos federal, estadual e municipal.

Lançado nacionalmente em abril de 2008, o Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores – Relatório Brasil é uma ferramenta inédita de gestão pública.

As inscrições para o Encontro Nacional de Competitividade Turística foram abertas no dia 9 de março e podem ser feitas pela internet: www.turismo.gov.br/encontrodecompetitividade.

Serviço
Encontro Nacional de Competitividade Turística – O Desenvolvimento do Turismo em Pauta
Local: Centro de Eventos e Convenções Brasil 21 (Setor Hoteleiro Sul, Quadra 6, Lote 1, Conjunto A, Brasília – DF)
Data: Entre os dias 7 e 8 de abril
Horário: 9h

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em