Estudantes de Brasília/DF embarcam no Viaja Mais Jovem

Programa do MTur oferece viagens pedagógicas a mais de mil alunos do Distrito Federal

  
  
O Viaja Mais Jovem levará mais de mil alunos do DF em viagens pedagógicas e de espírito cívico

Cerca de 150 estudantes de quatro escolas do Distrito Federal embarcaram nesta segunda-feira (16) nos ônibus do programa Viaja Mais Jovem, do Ministério do Turismo (MTur). Na manhã do primeiro dia de viagem, alunos das 6ª e 7ª séries do Riacho Fundo, Taguatinga, Ceilândia e Asa Sul conheceram alguns pontos emblemáticos de Brasília: a Catedral Metropolitana, Praça dos Três Poderes, o Complexo Cultural da República e o Congresso Nacional.

Por meio do projeto, mais de mil alunos da 7ª série do Ensino Fundamental e do 2º ano do Ensino Médio de 26 escolas do DF participarão do projeto, acompanhados por professores e monitores. As viagens educativas terão três dias de duração cada e acontecerão até o dia 30 de novembro. Os roteiros incluem pontos de Turismo Cívico, Rural e Cultural.

Participam escolas da rede pública de ensino com os melhores resultados no Sistema de Avaliação do Desempenho das Instituições Educacionais do Sistema de Ensino do Distrito Federal (Siade), criado por meio do Decreto nº 29.244, de 2 de julho de 2008.

Foram selecionadas escolas da Ceilândia, Guará, Núcleo Bandeirante, Plano Piloto, Cruzeiro, Recato das Emas, Samambaia, Taguatinga, Brazlândia, Gama, Paranoá, Planaltina, São Sebastião, Santa Maria e Sobradinho.

VIAJA MAIS JOVEM

O programa Viaja Mais Jovem é voltado para o público estudantil e permite o acesso a experiências complementares ao ensino de sala de aula, sem custo nenhum para os participantes. O objetivo é incentivar a cultura e o espírito cívico dos alunos, contribuindo para a qualidade de ensino e a dinamização da atividade turística. A experiência piloto do projeto está acontecendo no Acre e teve inicio no mês passado. Cerca de 600 estudantes do Estado serão beneficiados.

A implementação do programa no DF conta com recursos do MTur, com R$ 600 mil, e do Ministério da Educação (MEC), com R$ 300 mil. O VMJ é executado no DF pelo Centro de Excelência em Turismo (CET) da UnB e tem apoio da Secretaria de Educação.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em