Festa Literária aquece turismo cultural no Recôncavo Baiano

Em cinco dias de evento, os maiores nomes da literatura brasileira estarão reunidos para uma vasta programação

  
  

Depois de comemorar o sucesso com a primeira edição do Jazz Festival, a cidade de Cachoeira, celeiro cultural do recôncavo baiano, se prepara para sediar a segunda Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), entre os dias 17 e 21 de outubro, no Conjunto do Carmo.

Em cinco dias de evento, os maiores nomes da literatura brasileira estarão reunidos para uma vasta programação que inclui mesas temáticas, shows musicais e manifestações culturais.

O anúncio foi feito na tarde da quinta-feira (30/8), durante a assinatura entre as realizadoras Icotent-Rede Bahia e a Putz Grillo Cultura, com o apoio da Bahiatursa.

De acordo com Emanuel Mirdad, um dos organizadores da Flica, na primeira edição da festa, cerca de 10 mil pessoas participaram de 16 mesas literárias nacionais e internacionais.

“Este ano além da programação musical e literária, que abordará questões sócio- históricas e culturais, teremos a Livraria Oficial, onde o público poderá ter um encontro direto com os autores”, adianta Mirdad.

Para João Carlos, chefe de gabinete da Secretaria de Turismo (Setur), a realização da Flica é de extrema importância para o fortalecimento do turismo na região.

“O conteúdo programático e a própria transversalidade dos temas é essencial para o enriquecimento do turismo histórico-cultural de Cachoeira”, declara.

Entre a lista dos autores esperados para a edição de 2012, nomes nacionais como o da humorista carioca Maria Paula, o gaúcho Tabajara Ruas e do também carioca Antônio Cícero, e dos baianos Ordep Serra, Armando Avena, João José Reis e Ruy Espinheira.

Entre os internacionais, está o do escritor espanhol Javier Morro, autor da última biografia de D. Pedro I, de Kangn Alem (Tongo) que traz em sua obra uma releitura sobre a Diáspora, e da romancista portuguesa Inês Pedrosa.

Este ano, o evento também fará uma homenagem especial ao centenário dos escritores Jorge Amado e Nelson Rodrigues.

Para homenagear o baiano, uma mesa irá tratar do tema “Jorge Amado e os contextos de terras do sem fim e Gabriela”. Já para falar sobre o escritor do cotidiano, a Flica convidou a filha do dramaturgo, Sônia Rodrigues.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Bahiatursa

  
  

Publicado por em