Governo de Sergipe promove a 12° Reunião do Fórum de Turismo do Estado

O objetivo foi discutir e validar uma extensa pauta que visa o desenvolvimento do turismo no Estado de Sergipe

  
  

Discutir e validar uma extensa pauta que visa o desenvolvimento do turismo no Estado de Sergipe. Este foi o objetivo da 12º Reunião Ordinária do Fórum Estadual de Turismo, realizada na manhã dessa terça-feira, 24. O Fórum de Turismo (Fortur) é promovido pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) e congrega o trade turístico e demais entidades ligadas a atividade turística do Estado.

Na pauta da reunião foram discutidas a aprovação do calendário das atividades do Fórum de Turismo para 2009; a apresentação da estratégia de marketing elaborada pela Setur e a Emsetur, em parceria com a Secretaria de Estado da Comunicação, para divulgar o destino turístico Sergipe no período de baixa estação; os resultados e a nova fase do programa de qualificação de mão-de-obra voltada para o turismo do governo de Sergipe denominado ‘Sergipe de braços abertos’; a validação do novo regulamento do Fórum de Turismo; e a apresentação das estratégias para o turismo da Prefeitura de Aracaju.

O presidente da Emsetur, José Roberto de Andrade Lima, informou que está previsto um investimento de R$ 320 mil para divulgar Sergipe em Salvador, Feira de Santana, Maceió e Recife com a inserção de 55 placas de out-door e mais de mil veiculações em emissoras de rádios dessas cidades no mês de abril, anúncios em jornais importantes como O Globo, O Estado de São Paulo, Correio Braziliense e O Estado de Minas, durante os meses de abril e maio, além das revistas de bordo das empresas aéreas TAM e GOL. “Temos de nos preocupar com a manutenção do destino Sergipe nas mídias dos principais mercados emissores de turistas na tentativa de manter um bom fluxo de visitantes durante o ano todo”, disse José Roberto.

O Secretário de Estado do Turismo, João Augusto Gama, que presidiu a reunião, ressaltou a iniciativa das mudanças ocorridas no regulamento do Fórum que serviram para democratizar o seu funcionamento, aumentando a participação de empresas privadas, universidades e incluindo o terceiro setor (ongs e oscips) que passou a ter dois assentos. “Este instrumento é um avanço na gestão descentralizada do turismo e demonstra o grande respeito que temos por todos os atores que compõem o segmento turístico, seja na administração pública, seja na produção de conhecimento, e principalmente, em relação aos empresários que estão na ponta do negócio e são os principais propulsores do desenvolvimento econômico do setor”, disse Gama.

O novo regulamento prevê também a formação de cinco comissões de trabalho que estejam em sintonia com os componentes do Prodetur que são: estratégia do produto turístico, estratégia de comercialização, fortalecimento institucional, infra-estrutura aliada a serviços básicos e gestão ambiental.

Alexandre Porto, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Eventos (Abeoc), foi o coordenador da equipe de elaboração do novo regulamento e analisou que esse instrumento é um marco para o turismo do Estado, baseado numa relação de confiança entre poder público e privado que entendem que estão no mesmo lado em busca do crescimento que será bom para todos.

A consultora contratada pelo Ministério do Turismo, Patrícia Paixão, disse que o Fórum de Turismo de Sergipe está muito avançado em relação a maioria dos demais Estados do país em relação a democratização da participação. “O que vemos em muitos Estados é o contrário, com o poder público lutando pela centralização do poder, sem abrir mão de controlar as decisões e Sergipe vem ensinar para o restante do país. Não tenho dúvidas que será um case a ser apresentado no Ministério de Turismo para que seja repassado aos demais Fóruns de Turismo dos demais Estados”, disse Patrícia.

Fonte: Secretaria de Turismo de Sergipe

  
  

Publicado por em