Grand Central Terminal completa 100 anos em Nova York

O terminal ferroviário foi inaugurado no dia 2 de fevereiro de 1913 e atualmente é um dos mais bonitos e movimentados do mundo.

  
  

No próximo dia 1º de fevereiro os nova-iorquinos comemorarão o 100º aniversário de uma das principais edificações da cidade, o Grand Central Terminal.

O terminal ferroviário foi inaugurado no dia 2 de fevereiro de 1913 e atualmente é um dos mais bonitos e movimentados do mundo.

Quem quiser fazer parte da festa pode ficar em um dos cinco hotéis da rede Apple Core, que estão todos a uma curta caminhada de distância e situados nas melhores localidades da Big Apple.

Para celebrar a data, estão previstas performances artísticas, presença de celebridades e a abertura de uma nova exposição fotográfica no New York Transit Museum, um museu anexo à estação que apresenta mostras temporárias relacionadas ao setor de transportes, além da apresentação de um novo projeto de restauração.

O terminal, maior do mundo em número de plataformas, chama atenção pelas suas imponentes escadarias e candelabros, seu gigante relógio de quatro faces e pela escultura de Mercúrio, Hércules e Minerva, criada pelo artista francês Jules-Alexis Coutan.

Já o teto é um mural astronômico criado pelo pintor francês Paul Helleu, que se inspirou no céu que viu no Mediterrâneo, cuja iluminação é feita com fibra ótica para transmitir mais realidade.

Além da beleza, o local possui estrutura gastronômica e de lazer completa, com 35 opções de restaurantes para todos os gostos e 68 lojas que vendem os mais variados produtos. A Apple também o escolheu para instalar uma de suas maiores lojas no mundo.

Todos os hotéis da rede Apple Core possuem facilidades como café da manhã continental, academia, Business Centers 24 horas, jornais diários de segunda a sexta-feira, Internet wi-fi gratuita e ligações sem custo para qualquer parte dos Estados Unidos.

O The Hotel @ Times Square, por exemplo, está a apenas alguns minutos de caminhada do Rockefeller Center, da Times Square, do Museu de Arte Moderna e das lojas da Quinta Avenida, além de possuir facilidades como academia de ginástica e TVs de tela plana em todos os 213 quartos.

Já o Nyma, The New York Manhattan Hotel localiza-se no vibrante bairro de Midtown, entre a 32nd Street e a Quinta Avenida, a poucos passos de distância da gigantesca loja de departamentos Macy’s. Nos 171 apartamentos, os hóspedes encontram camas amplas e confortáveis, TV de tela plana, luz para leitura, estação para iPhone, dois telefones sem fio, cofre, ferro e tábua de passar roupa, café e cafeteira.

Ao checar a localização do Broadway @ Times Square Hotel você terá certeza que fez a escolha certa. O empreendimento de 79 suítes situa-se na Rua 46 Oeste, entre a Broadway e a 6ª Avenida, perto do Theatre District, onde está a maioria dos grandes espetáculos da Broadway, e da região conhecida como “Little Brazil”.

Com ambientes internos modernos, possui um toque de sofisticação que remete ao estilo contemporâneo em um misto de conforto e luxo. Outra ótima opção de hospedagem da rede Apple Core é o La Quinta Manhattan, que possui 182 acomodações num prédio de arquitetura em estilo parisiense. Fica bem próximo ao Jacob Javits Center, ao Madison Square Garden e à Penn Station, de onde é possível ir de trem fazer compras no famoso outlet Woodbury Commons.

Para completar a oferta, o Ramada Eastside situa-se no requintado bairro Murray Hill, a poucos minutos do Empire State Building, Madison Square Garden, Grammercy Park e Union Square. Possui 11 apartamentos e foi construído em 1905 em estilo neoclássico com fachada de tijolos rosa e pedras brancas, mas adquirido e totalmente renovado pelo grupo Apple Core em 2002.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Henrique Carvalho

  
  

Publicado por em