Investidores visitam região dos Lagos do São Francisco

Região com área de influência em quatro estados nordestinos pode receber novos investimentos

  
  

Uma extensa área de vocação turística, com impacto em municípios de Alagoas, da Bahia, de Pernambuco e Sergipe, recebe atenção do Ministério do Turismo (MTur). De 1 a 3 de outubro, a região dos Lagos do São Francisco, formados com a construção das hidrelétricas de Paulo Afonso, Itaparica e Xingó, recebeu uma força tarefa para discutir o potencial, a ampliação da oferta turística e as políticas para atração de novos investimentos para o local.

“Há uma perspectiva de aumento de demanda turística nessa região devido a uma série de fatores, tais como os programas de incentivo à interiorização do turismo no Nordeste e a realização da Copa do Mundo de 2014”, observa a diretor do Departamento de Financiamento do MTur, Hermano Carvalho. Diante dessa expectativa, investidores, empresários do turismo e representantes do Banco do Nordeste também foram convidados para a visita à região.

A programação, que terminou neste sábado (3), incluiu visitas técnicas a Paulo Afonso (BA) e a empreendimentos turísticos no Lago de Xingó, um dos principais pontos turísticos de Sergipe com seus cânions que margeiam o Rio São Francisco.

No dia 2, foi realizado, em Jatobá (PE), o I Encontro de Turismo Regional, no qual foram detalhadas algumas ações do MTur para a região. Temas como Apoio Financeiro para Projetos Turisticos; Potencial de Investimento Turístico da Região dos Lagos e a Visão do Investidor fizeram parte da pauta. O evento contou também com a participação da Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Nordeste (ADIT), da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e a Companhia do Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), além do Instituto de Desenvolvimento Científico e Tecnológico de Xingó.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em