Mato Grosso do Sul mostra potencial turístico na maior feira mundial do setor, em Berlim

Referência no setor, a feira alemã é um lugar onde praticamente nenhum país abre mão de participar.

  
  
Mato Grosso do Sul mostra potencial turístico na maior feira mundial do setor, em Berlim

Mato Grosso do Sul estará na ITB Berlim 2010, a feira de turismo da cidade alemã reconhecida como um dos eventos mais importantes do setor no mundo. A feira reúne, de hoje (10) a 14 de março, profissionais de variados segmentos turísticos para fazerem negócios, apresentarem novos produtos, participarem de seminários e congressos, entre outras atividades.

Referência no setor, a feira alemã é um lugar onde praticamente nenhum país abre mão de participar. O Brasil, através da Embratur, costuma ter participação pesada no evento.

O espaço de divulgação de Mato Grosso do Sul e de outros estados será no estande do Brasil, de 800 m, coordenado pela Embratur, onde dezesseis grandes paineis exibirão as belas imagens dos destinos nacionais. A participação do estado destaca a Rota Pantanal Bonito. “Vendemos também os outros destinos, mas a Rota Pantanal Bonito foi criada para ordenar e organizar os destinos no Estado. Ela é o que ‘está na prateleira’, o que atrai o interesse das grandes operadoras. Essa rota compreende 12 roteiros”, explica o gerente de promoção e divulgação da Fundação de Turismo, Matheus Dauzacker. “É um nome consolidado desde 2006, os estrangeiros conhecem. Então, nós estabelecemos, ordenamos, e as operadoras formam seus pacotes a partir daí”.

O público estimado para a edição deste ano é de 178 mil pessoas. Os três primeiros dias de ITB Berlim têm caráter profissional e são voltados exclusivamente para o trade, incluindo jornalistas e operadoras, e os dois últimos possibilitam a visitação de público final. “Para nós a presença de público também é interessante, porque normalmente as pessoas que têm cultura de visitar essas feiras são pessoas que estão programando suas viagens”, diz Dauzacker, destacando que há dez anos Mato Grosso do Sul participa desta feira, com presença crescente.

O valor da feira reflete a importância do turista alemão para o Estado. Segundo Mateus Dauzacker, esse é hoje um cliente preferencial no turismo sul-mato-grossense. O movimento de visitantes procedentes do norte da Europa de modo geral é muito bom, mas especialmente a Alemanha é a principal origem dos turistas que vêm ao Pantanal.

Divulgação

Nesse primeiro trimestre do ano, Mato Grosso do Sul já registra participação em eventos turísticos da Itália, Portugal, Espanha e Holanda. Além das ações cooperadas com a Embratur, são feitos trabalhos solos de divulgação específica dos destinos locais. Essas ações ajudam a expandir as oportunidades.

No calendário oficial da Embratur para 2010 há 521 eventos. Neste mês de março, além da Alemanha, acontece uma feira em Gotemburgo, na Suécia.

Aliados a esses, a Fundação de Turismo realiza eventos próprios, onde o público participante recebe exclusivamente informações de Mato Grosso do Sul. Os resultados têm sido muito bons, segundo o gerente Dauzacker. Até julho, serão feitas divulgações em um total de vinte eventos internacionais, entre feiras, roadshows, workshops e outras ações.

Dois eventos como esses serão feitos na Itália, em março e abril, em parceria com a duas companhias aéreas. Em conjunto com a TAM, um roadshow vai percorrer as cidades de Milão, Pádova, Bolonha e Roma, com a divulgação conjunta da Rota Pantanal Bonito e os destinos Foz do Iguaçu (PR) e Florianópolis (SC). Outro show, com a parceria da Trip, e em conjunto com os destinos Minas Gerais e Bahia será promovido em Nápoles.

Ainda no primeiro semestre, a Fundação realiza, pela terceira, vez, a “Semana de Mato Grosso do Sul em Assunção”, levando uma caravana de empresários de Bonito para o evento na embaixada brasileira na capital do Paraguai. A vinda de turistas paraguaios para Bonito aumentou bastante e esse público se tornou ainda mais importante para o turismo local, explica o gerente da Fundação de Turismo.

Em maio, mais um importante evento de divulgação acontecerá em Paris, em parceria com uma operadora de turismo francesa que tem filial no Rio de Janeiro. Em julho, durante a Copa do Mundo da Fifa na África do Sul, Mato Grosso do Sul estará no espaço de promoção do Brasil em Joanesburgo.

Outro país onde o investimento em divulgação está valendo a pena é o Japão. A aposta mais forte nesse mercado em 2008 e 2009 teve resultado imediato, segundo Mateus Dauzacker. Outro país onde há previsão de divulgação é a Inglaterra.

Todo esse trabalho deve manter mercados já conquistados e expandir o potencial de visitantes, como já vem acontecendo nos últimos anos. Os números mostram que aumentou a visitação em a Bonito, por exemplo, em 62% entre 2008 e 2009. Há dois anos, o município contabilizou 90 mil turistas; no ano passado, foram 170 mil. “É um crescimento real, que pode ser comprovado pelos vouchers”, explica o gerente da Fundação de Turismo, destacando que isso também representa crescimento no destino Pantanal, porque a estimativa é que 80% de quem vai a Bonito passa pela região pantaneira, especialmente em Miranda e Bodoquena.

Fonte: Governo do Mato Grosso do Sul

  
  

Publicado por em