CuritibaTurismo(CTUR) se apresenta na 5ª Minastur – Salão de Negócios Turísticos.

Uma das ações programadas é a apresentação da campanha “Novo em Curitiba, Vale a Pena Ver!”.

  
  

Hoje, dia 11, representantes do Instituto Municipal de Turismo – Curitiba Turismo (CTUR) estão em Belo Horizonte para participar da 5ª Minastur – Salão de Negócios Turísticos. No estande da Paraná Turismo, como co-expositora, a entidade apresenta aos agentes de viagem e demais profissionais do setor a oferta turística de Curitiba e região.

“Nosso objetivo é divulgar os novos roteiros e serviços turísticos de Curitiba ao trade mineiro, os atrativos inaugurados em 2009, além de levar informações sobre os atrativos já consagrados”, diz a presidente do CTUR, Juliana Vosnika. Ademais, Juliana ressalta ainda que “esta participação visa também fortalecer o estreito relacionamento da capital paranaense com o empresariado mineiro, potenciais parceiros em futuras ações”.

Uma das ações programadas é a apresentação da campanha “Novo em Curitiba, Vale a Pena Ver!”. Lançada no ano passado, a campanha foca oito atrações criadas ou revitalizadas desde 2005. São elas: os parques Cambuí e Lago Azul; o Jardim das Sensações, do Jardim Botânico; o Mercado de Orgânicos, anexo ao Mercado Municipal; o Paço da Liberdade, a Capela Santa Maria; a Praça Tiradentes; e a Linha Turismo.

Também serão apresentados os projetos mais importantes em desenvolvimento no Instituto Municipal de Turismo, como a proposta de nova identidade visual para os Postos de Informações Turísticas (PIT’s) e as ações de capacitação para a Copa 2014 e de valorização do artesanato local.

Por fim, os mineiros conhecerão uma campanha, direcionada aos curitibanos, de sensibilização quanto à importância do turismo de lazer na cidade.

Curitiba:

Em Curitiba, 25 atrativos turísticos podem ser visitados com a Linha Turismo. Com uma frota de cinco ônibus double-decker e cinco jardineiras (ônibus com janelas panorâmicas), o roteiro oferece ao usuário um passeio por espaços tradicionais, que não perdem seu charme, - são esses a Ópera de Arame, Torre Panorâmica, rua XV de Novembro, a Universidade Livre do Meio Ambiente e o Parque Tanguá – e pelos novos atrativos, como o Paço da Liberdade e os demais, citados acima. Em 2009, segundo dados da CTUR, 520.163 turistas realizaram o passeio com a Linha Turismo.

Tais novidades são garantidas pela revitalização de monumentos históricos e espaços culturais e as soluções urbanas inovadoras, que fazem de Curitiba destaque no cenário nacional do turismo.

Novos Roteiros:

Um projeto desenvolvido pelo SEBRAE, com apoio do CTUR, o Núcleo de Turismo Receptivo – formado por agências paranaenses - apresenta seis novas propostas de roteiros. A idéia é mostrar, em seis passeios, todas as faces de Curitiba. A começar pelo roteiro ‘Caminhando por Curitiba’ – da Operadora Special Paraná - que leva o visitante a conhecer a história e cultura de Curitiba, em uma caminhada de cinco quilômetros e quatro horas de duração.

O roteiro ‘Curitiba Multicultural’ – da BWT Operadora - oferece aos turistas em visita a Curitiba um desfile de cores e sabores inesquecíveis com 3 horas de duração. Já o ‘Esporte Tur em Curitiba’ – da Kallisté Turismo – disponibiliza visitas guiadas em cenários esportivos conceituados como estádios de futebol, o Autódromo Internacional de Curitiba, a pista de skate da Praça do Gaúcho e o Parque Náutico Iguaçu, em um passeio de aproximadamente 3h30.

Para os que apreciam a vida noturna, tem o roteiro ‘De Bar em Bar’ – da MMS Turismo. E para quem gosta de gastar, o roteiro ‘Passeio de Compras em Curitiba’ – da Operadora ONETUR. Fechando esses seis novos roteiros, vem o ‘Caminhos da Arte Paranaense’ – da Sermann Turismo. Trata-se de uma caminhada de aproximadamente cinco quilômetros até as obras dos principais artistas no Estado do Paraná.

Expositores:

O evento aumentou, este ano, sua capacidade e, na quinta edição, contar com a participação de 126 expositores. Além de secretarias de turismos de outros estados e municípios, do Brasil e do exterior, também expõem hotéis, agências de viagem, veículos especializados, receptivos, linhas aéreas e outras empresas e associações do ramo. Este é um dos principais eventos do mercado nacional de Turismo.

Atrativos:

ESTÍMULO SENSORIAL

Para apresentar o verde da cidade em uma experiência inovadora, o JARDIM DAS SENSAÇÕES (Rua Engenheiro Ostoja Roguski, s/nº, Jardim Botânico), oferece uma trilha de 200 metros, que deve ser percorrida de olhos vendados.

O caminho tem 70 espécies de plantas, de diversas texturas. No percurso, o visitante estimule o olfato, o tato e a audição. A atração também é destinada aos deficientes visuais. O Jardim das Sensações fica no Jardim Botânico, o ponto turístico mais visitado de Curitiba. Inaugurado em 1991 e criado à imagem dos jardins franceses, estende seu tapete de flores aos visitantes logo na entrada.

TEMPLO MUSICAL

A reforma da CAPELA SANTA MARIA (Rua Conselheiro Laurindo, 273) faz parte do projeto de revitalização do centro de Curitiba. A capela foi erguida em estilo neoclássico em 1939 em devoção à Nossa Senhora da Conceição. Restaurada, tornou-se sala de concertos e sede da Camerata Antiqua de Curitiba.

A ITÁLIA É AQUI

O tradicional bairro curitibano é uma grandiosa colônia de imigrantes da Itália e o principal eixo gastronômico de Curitiba, com diversos restaurantes e produtores de vinhos. Tem casas típicas e unidades de interesse de preservação pelo valor histórico, arquitetônico ou sentimental.

LÁ DO ALTO

A TORRE PANORÂMICA (Rua Professor Lycio Grein de Castro Vellozo, 191, Mercês) é suporte da telefonia celular, e fica no ponto mais alto de Curitiba, 1.050 metros acima do nível do mar. Foi inaugurada em 1991 e permite uma visão da cidade em 360 graus. Seus 109,5 metros de altura equivalem a um edifício de 40 andares. Além da bela visão, no local o turista pode ter informações sobre a cidade e visitar o Museu do Telefone.

RAÍZES UCRANIANAS

Erguido em homenagem aos imigrantes, o MEMORIAL UCRANIANO (Avenida Fredolin Wolf, s/n°, São João) é o coração do Tingui, maior parque ambiental linear do país, implantado às margens do rio Barigüi.

O Memorial é uma réplica da Igreja de São Miguel, da Serra do Tigre, em Mallet, interior do Paraná, com telhas de pinho e cúpula de bronze. Abriga exposições de pêssankas e ícones.

PEDREIRAS LIGADAS

O PARQUE TANGUÁ (Rua Doutor Bemben, s/n°., Pilarzinho) foi aberto em novembro de 1996, tem área total de 450 mil m2 e, como destaque, duas pedreiras unidas por um túnel de 45 metros de extensão, que pode ser atravessado a pé por uma passarela sobre a água. O Tanguá conta ainda com pista de cooper, ciclovia, mirante, lanchonete e o Jardim Poty Lazzarotto.

SÍMBOLO DE CURITIBA

A ÓPERA DE ARAME (Rua João Gava, s/n°., Abranches) tem estrutura tubular e teto transparente e foi inaugurada em 1992 para acolher todo tipo de espetáculo.

Sua capacidade é para 1.572 espectadores. Fica entre lagos, vegetação típica e cascatas e faz parte do Parque das Pedreiras, juntamente com o Espaço Cultural Paulo Leminski.

ECOLOGIA E BELEZA

Em meio ao Bosque Zaninelli, a UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE (Rua Victor Benato, 210, Pilarzinho) fez de Curitiba a primeira cidade do mundo a manter um espaço de estudo e repasse de conhecimentos sobre o meio ambiente à população. O projeto arquitetônico, executado com materiais rústicos, repete na forma e nas cores os quatro elementos da natureza: terra, fogo, água e ar.

HISTÓRIA NA RUA

Primeira grande via pública exclusiva para pedestres, a RUA XV DE NOVEMBRO foi inaugurada em 1972. O calçadão é cercado por edifícios e sobrados centenários, bares turísticos e canteiros de flores.

CONSUMO SAUDÁVEL

Primeiro do gênero no Brasil, o MERCADO DE ORGÂNICOS (Rua da Paz, 608, Jardim Botânico) possui 3.700 metros quadros de área e fica em um prédio de arquitetura moderna que é conectado ao Mercado Municipal. O espaço oferece mais de mil tipos de produtos, certificados com selo de produto sem agrotóxicos e aditivos químicos.

VISÃO PRIVILEGIADA

Com um ônibus de dois andares com deck descoberto, a LINHA TURISMO percorre 44 quilômetros em duas horas e meia. O passageiro recebe uma cartela com cinco tíquetes, que dão direito ao primeiro embarque e mais quatro reembarques em qualquer um dos pontos turísticos por onde passa. O ponto de partida é a Praça Tiradentes, no Centro.

Locais de embarque da Linha Turismo

1. PRAÇA TIRADENTES

Marco zero da cidade, é dominada pela Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz, em estilo gótico, restaurada em seu centenário em 1993.

2. RUA DAS FLORES

A principal rua da cidade foi transformada no primeiro calçadão do país, em 1972. É importante eixo comercial da capital.

3. VISCONDE DE NACAR
Tradicional rua do Centro da cidade.

4. MUSEU FERROVIÁRIO

Construído na antiga estação, conta a história ferroviária do Estado. O prédio anexo abriga o Shopping Estação, os museus Ferroviário, da Farmácia, e do Perfume, o Teatro de Bonecos e o Estação Embratel Convention Center.

5. TEATRO PAIOL

Antigo paiol de pólvora construído em 1906 e reciclado para teatro de arena em 1971. Sua inauguração teve batismo do poeta Vinícius de Moraes.

6. JARDIM BOTÂNICO
Tem estufa em metal e vidro, museu botânico, mata nativa, trilhas e o espaço cultural Frans Krajcberg.

7. ESTAÇÃO RODOFERROVIÁRIA/MERCADO MUNICIPAL
Sua concepção moderna e funcional representou em 1972, quando foi inaugurada, um marco no país em terminais de transporte.

8. TEATRO GUAÍRA/UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁNa Praça Santos Andrade localiza-se o Teatro Guaíra, um dos maiores da América Latina. À sua frente, do outro lado da praça encontra-se a Universidade Federal do Paraná, a primeira do Brasil.

9. PASSEIO PÚBLICO/MEMORIAL ÁRABE

Primeiro parque público e o primeiro zoológico de Curitiba, inaugurado em 1886. Seu portão principal é réplica do antigo portal do cemitério de cães de Paris. O Memorial Árabe é inspirado na arquitetura dos povos do deserto. É também biblioteca pública.

10. CENTRO CÍVICO

Sede dos Poderes do Estado do Paraná, com o Palácio Iguaçu, a Assembléia Legislativa e o Tribunal de Justiça, além da Prefeitura de Curitiba. Implantado em 1953, no centenário da emancipação política do Paraná.

11. MUSEU OSCAR NIEMEYER

Maior e mais moderno museu do Brasil. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o "Olho" completa uma antiga obra que ele mesmo construiu, em 1976.

12. BOSQUE DO PAPA/MEMORIAL POLONÊS

Memorial da imigração polonesa, é composto por sete casas de tronco e bosque nativo. Inaugurado em 1980, logo após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba.

13. BOSQUE ALEMÃO

Lembra as mais caras tradições dos alemães, os primeiros imigrantes a se estabelecer em Curitiba, a partir de 1833. Entre os destaques, a trilha de João e Maria, dos contos dos irmãos Grimm, a Casa Encantada, o Oratório Bach e a Torre dos Filósofos.

14. UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE – UNILIVRE

Inaugurada em 1992, com a presença do oceanógrafo Jacques Cousteau, promove educação ambiental para a população em geral. É, por si só, uma lição de ecologia, integrando a arquitetura ao meio ambiente.

15. PARQUE SÃO LOURENÇO

Uma velha fábrica de cola deu lugar a um Centro de Criatividade, com cursos, oficinas e espaços para exposições.Seu lago é cercado por ampla área verde nativa.

16. ÓPERA DE ARAME/PEDREIRA PAULO LEMINSKI

Construído em estrutura tubular, o Teatro Ópera de Arame, de 1992, é um espaço mágico que se integra à natureza do local. Ao seu lado, a Pedreira Paulo Leminski é o palco dos grandes acontecimentos culturais e artísticos de Curitiba.

17. PARQUE TANGUÁ

Às margens do rio Barigui, é área de lazer com espaços verdes, ancoradouro, pista para caminhada e corrida, ciclovia e um túnel aberto na rocha bruta unindo os lagos.

18. PARQUE TINGUI

Lembra os primeiros ocupantes dos Campos de Curitiba, os índios Tinguis, da nação Guarani.

19. MEMORIAL UCRANIANO

Homenagem ao centenário da chegada dos pioneiros da etnia, comemorado em 1995.

20. PORTAL ITALIANO

Sinaliza a entrada do bairro italiano de Santa Felicidade.

21. SANTA FELICIDADE

Colônia formada em 1878 por imigrantes italianos das regiões do Vêneto e do Trentino.

22. PARQUE BARIGUI

Um dos maiores da cidade, implantado em 1972, é um dos preferidos para as caminhadas diárias do curitibano à beira do lago.

23. TORRE PANORÂMICA/BRASIL TELECOM

Permite, do mirante, uma visão de 360 graus da cidade. Seus 109,5 metros de altura equivalem a um edifício de 40 andares.

24. SETOR HISTÓRICO

As ruínas da Igreja de São Francisco de Paula, nunca concluída, o Relógio das Flores, a Fonte da Memória e casarões antigos transformados em espaços culturais compõem o Setor Histórico da cidade. Aos domingos, tem feira de artesanato.

Novos roteiros de Curitiba – Núcleo de Turismo Receptivo (SEBRAE PR)

Roteiro "Curitiba Multicultural" - BWT Operadora

Curitiba é fruto do esforço de imigrantes que, a partir do século XIX, elegeram a cidade como seu porto seguro. Marcas de múltiplas etnias estão por toda parte e a cidade é brindada com as belezas culturais desses povos.

Para desfrutar de todas essas maravilhas, a BWT Operadora oferece aos turistas em visita a Curitiba um desfile de cores e sabores inesquecíveis através do roteiro ‘Curitiba MultiCultural’, um passeio com 3 horas de duração, que tem início no Memorial Árabe e passagens pela Mesquita Muçulmana, Memorial Japonês, Bosque do Papa, Bosque do Alemão, Santa Felicidade, com finalização no Parque Tingui.

Saídas: diárias

Horários: 9 e 14 horas

Participantes: mínimo de duas pessoas

Roteiro "Esporte Tur em Curitiba" - Kallisté Turismo

Nesse passeio, o visitante que aprecia esportes tem a oportunidade de realizar visitas guiadas em cenários esportivos conceituados como estádios de futebol, o Autódromo Internacional de Curitiba, a pista de skate da Praça do Gaúcho e o Parque Náutico Iguaçu, em um passeio de aproximadamente 3h30.

Frequência: de terças a sextas-feiras

Participantes: mínimo de duas pessoas

Roteiro "De Bar em Bar" - MMS Turismo

Quem gosta de fazer novas amizades e quer conhecer os melhores bares de Curitiba precisa conhecer esse roteiro. O visitante passará em três ou quatro bares em uma mesma noite, com garantia das melhores mesas, além de uma noite divertida e agradável. O passeio dura em torno de 4 horas.

Frequência: de segundas-feiras a domingos

Horário de saída: 20 horas

Roteiro "Passeio de Compras em Curitiba" - Operadora ONETUR

O roteiro leva de 3 a 4 horas e conta com visita aos principais outlets e centros comerciais de Curitiba, com paradas para compras de artigos de moda feminina, masculina e infantil, roupas de grifes famosas nacional e internacionalmente, pontas de estoque multimarcas, roupas artesanais, bem como pedras minerais.

Frequência: de segunda a sexta-feira

Horário: 14 horas

Roteiro "Caminhos da Arte Paranaense" - Sermann Turismo

Realizado no coração da cidade de Curitiba, o roteiro inclui uma caminhada de aproximadamente 5 quilômetros até as obras dos principais artistas no Estado do Paraná. Em aproximadamente 4 horas de passeio, o visitante conhecerá o trabalho de ícones como Poty Lazzarotto, João Turin e Oscar Niemeyer, em um tour voltado à essência da arte local, conhecida por suas múltiplas linguagens como pintura, escultura, mosaico, arquitetura e design.

Frequência: de terça-feira a sábado

Horário de saída: 9 horas

Roteiro "Caminhando por Curitiba" – Operadora Special Paraná

O roteiro em questão leva o visitante a conhecer a história e cultura de Curitiba, em um animado passeio pelo centro da cidade. Uma caminhada de aproximadamente 5 quilômetros e 4 horas de duração levará o visitante por ruas e pontos turísticos, com acompanhamento de anedotas dos últimos 350 anos de história da cidade e imagens da Curitiba antiga.

Frequência: de segunda-feira a sábado

Saídas: 9 e 14 horas

Participantes: entre duas e 10 pessoas

Fonte: Isabela França/ Nájia Furlan/ Bruna Bazzo

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em