Minas Gerais e seus caminhos de sucesso

Programa de Regionalização do MTur premia quatro projetos de Minas Gerais durante o 5º Salão do Turismo, que acontece no fim do mês, em São Paulo

  
  

Ministério do Turismo (MTur), por meio do Programa de Regionalização do Turismo, premiará dez casos de Sucesso no 5º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil. Minas Gerais venceu com quatro projetos: Monte Verde; Ouro Preto; Serra do Cipó e Diamantina. Os projetos foram analisados por uma comissão de especialistas que selecionou os casos que se destacaram, ao aliar seus potenciais turísticos a iniciativas ecológicas, sociais, culturais e históricas.

“Monte Verde – amor por natureza” é um deles. A cidade ficou em primeiro lugar na categoria Melhor Gestão Turística do Destino. Cercada pela Serra da Mantiqueira, Monte Verde oferece atividades ecológicas variadas e, no inverno, as temperaturas baixas (já foram registrados -10 graus!), dão um ar de romantismo que tem atraído cada vez mais visitantes de todo o país. A partir de uma parceria público-privada, a identidade turística do local tem sido reforçada como um destino romântico e, hoje, Monte Verde depende quase 100% do turismo.

Outro caso é Ouro Preto, que ficou com o primeiro lugar na categoria Sustentabilidade Social em Municípios. Santos, arquitetura barroca e ruas com charme de cidade histórica fazem de Ouro Preto sinônimo de turismo e cultura. E o potencial turístico da cidade gera ganhos não apenas econômicos, mas também sociais.

A prefeitura municipal desenvolve projetos de caráter educacional e social, de proteção e fortalecimento da juventude. As ações se relacionam às tradições da cidade, ao aprendizado de idiomas e à consciência ecológica e histórica. São iniciativas de socialização e desenvolvimento de habilidades que, futuramente, poderão ser integradas ao turismo, como oficinas de teatro, música, pintura em tecidos e dança.

Minas Gerais se destaca também com o Circuito Turístico do Parque Nacional Serra do Cipó, que ficou com o primeiro lugar na categoria Planejamento e Gestão do Turismo Regional. Devido ao grande potencial do circuito, desde 2007, o parque conta com o planejamento estratégico de suas ações, que se baseiam no fortalecimento da qualidade e variedade locais; na integração da região de maneira a possibilitar roteiros mais longos e na adoção de ações para atrair outros segmentos de turismo.

Diamantina é outro caso de sucesso. A cidade ficou com o primeiro lugar na categoria Sustentabilidade Cultural em municípios, graças às suas Vesperatas. Esses eventos são responsáveis pela sustentabilidade do turismo cultural e pela atração de muitos turistas, não apenas para a cidade, mas para toda a região do Circuito dos Diamantes. As Vesperatas são manifestações típicas da musicalidade diamantinense, nas quais diversos músicos se apresentam nas sacadas e janelas dos prédios históricos, regidos por maestros posicionados no meio da rua.

Programa de Regionalização no 5º Salão do Turismo

Como parte do Programa de Regionalização do MTur, o Troféu Roteiros do Brasil incentiva a estruturação dos destinos, qualificação de serviços turísticos, ampliação da permanência e o gasto médio dos turistas.

Os vencedores receberão o troféu durante uma solenidade de 27 de maio, no 5º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, que acontece em São Paulo (SP), de 26 a 30 deste mês. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apoia a premiação. Os casos também serão apresentados no Núcleo de Conhecimento do salão, em formato de palestras em 28 e 29 de maio.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em