Ministério do Turismo desembarca na 40ª Feira das Américas

Ministro Gastão Vieira e secretários participaram da abertura; presidente da Abav defende parceria entre os setores público e privado

  
  
O potencial do setor para ajudar o Brasil a fazer frente à crise econômica mundial foi destacado durante os discursos de abertura do evento

O alinhamento de estratégias entre o governo federal e a iniciativa privada marcou a abertura da 40ª edição do Congresso da Abav - Feira das Américas, no Rio de Janeiro. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, divulgou em primeira mão os dados do Estudo da Demanda Turística Doméstica no Brasil 2012. Os números comprovam a expansão do setor e servem de base para poder público e cadeia produtiva definirem estratégias de atuação.

“O estudo nos mostra que temos um novo mercado para conquistar, com perfil específico e demandas próprias”, afirmou o ministro, referindo-se à classe C, faixa populacional que responde pelo maior aumento no número de viagens: 21%. “Nossa estratégia tem que privilegiar a inovação e a qualidade dos serviços”.

Para o presidente da Abav, Antônio Azevedo, “a integração entre o poder público e a iniciativa privada, por meio de ações conjuntas e que sejam alinhadas e baseadas no entendimento comum, é essencial”. Participaram também do encontro os secretários nacionais de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz, e de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota, e a secretária de Estado de Turismo de Portugal, Cecília Meireles.

Turismo em alta

O potencial do setor para ajudar o Brasil a fazer frente à crise econômica mundial foi destacado durante os discursos de abertura do evento. “Em qualquer que seja o panorama da economia brasileira, o turismo registrará um crescimento, pelo menos, duas vezes superior ao do PIB. É um mercado extremamente aberto e com expectativa de crescimento muito acima dos demais”, afirmou o governador de João Pessoa, Ricardo Coutinho.

Na avaliação do presidente da Abav, a 40ª edição Feira das Américas representa a demonstração de força do segmento. “O evento assume dimensões só comparáveis às maiores feiras de turismo do mundo. As agências de viagens deram uma contribuição histórica em favor do setor com a consolidação de destinos e produtos”, afirmou Azevedo.

São Paulo
A 40ª edição do evento representa a despedida da Abav do Rio de Janeiro, depois de dez anos. De 04 a 08 de setembro de 2013, ela será realizada em São Paulo. Os representantes do Rio, o secretário estadual de Turismo, Ronald Ázaro, e o presidente da Riotur, Antônio Mello, lamentaram a mudança de local e pediram o evento de volta. “Estaremos de braços abertos quando vocês decidirem voltar”, afirmou Ázaro.

“Volto ao encontro com a certeza de que estamos diante de uma oportunidade única. Poucos são os países que tiveram a oportunidade que o Brasil terá de sediar tantos eventos representativos num curto espaço de tempo”, comentou Gastão Vieira, ao relembrar que a Abav foi o primeiro evento oficial do qual participou quando assumiu a pasta. O ministro aproveitou o discurso de abertura para adiantar os números do Estudo da Demanda Turística Doméstica no Brasil 2012. Clique aqui para ter acesso aos dados.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em