Ministério premia destinos que se destacaram na estruturação do turismo

São Paulo e Foz do Iguaçu são os municípios mais bem estruturados para receber turistas no País

  
  

O Ministério do Turismo (MTur) premiou na última terça-feira (8), em Brasília, os 15 municípios que apresentaram os melhores resultados no Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional – Relatório Brasil 2009. São Paulo e Foz do Iguaçu lideram o ranking e aparecem como os municípios brasileiros mais bem estruturados para receber turistas no País.

Ministro Luiz Barretto, entregou o troféu destaque entre as capitais para São Paulo (SP), representada pelo presidente da São Paulo Turismo, Caio Luiz de Carvalho

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, entregou o troféu destaque entre as capitais para São Paulo (SP), representada pelo presidente da São Paulo Turismo, Caio Luiz de Carvalho. Foz do Iguaçu (PR), destaque entre as não capitais, representada pelo secretário Municipal de Turismo da cidade, Felipe Gonzales, recebeu o prêmio do presidente do Sebrae Nacional, Paulo Okamotto.

A melhora nos índices de competitividade dos 65 destinos foi constatada a partir da comparação dos resultados dos relatórios de 2008 e 2009. O estudo, realizado pela Fundação Getúlio Vargas, a pedido do MTur e do Sebrae Nacional, avaliou 13 dimensões nas capitais e não-capitais com notas de 0 a 100.

São Paulo conquistou a maior pontuação, entre as capitais dos 65 destinos, em quatro dimensões: Acesso, Serviços e Equipamentos Turísticos, Economia Local e Capacidade Empresarial. Foz do Iguaçu teve o melhor desempenho, entre as não-capitais em cinco: Acesso, Serviços e Equipamentos Turísticos, Marketing e Promoção do Destino, Capacidade Empresarial e Aspectos Ambientais.

Presidente do Sebrae, Paulo Okamotto entrega prêmio ao secretário Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu (PR), Felipe Gonzales

Curitiba (Aspectos Sociais e Aspectos Ambientais) e Belo Horizonte (Marketing e Monitoramento) conseguiram as melhores notas em duas dimensões. As outras capitais premiadas lideraram apenas em um quesito: Rio de Janeiro (Atrativos Turísticos), Recife (Políticas Públicas), Natal (Cooperação Regional), Salvador (Aspectos Culturais) e Florianópolis (Infraestrutura).

Entre as não capitais, Ouro Preto/MG aparece com a melhor pontuação depois de Foz do Iguaçu. A cidade teve a maior pontuação em três dimensões: Atrativos Turísticos, Aspectos Sociais e Aspectos Culturais. Os outros premiados foram Porto Seguro/BA (Políticas Públicas), Maraú/BA (Cooperação Regional), Balneário Camboriú/SC (Monitoramento), Gramado/RS (Economia Local) e Bento Gonçalves (infraestrutura Geral).

Serviço:

Assessoria de Imprensa do Ministério do Turismo - (61) 2023-7055

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em