Montevidéu tem 2ª edição de festival gastronômico Ciudad Vieja Cocina

O festival promete grandes variedades gastronômicas, por meio de uma feira diversificada e exposições

  
  

Aproveitando a curta distância até o nosso vizinho Uruguai, uma das vantagens em tê-lo ao lado é que em poucas horas estamos em outro país desfrutando de um tremendo festival gastronômico que se armará no centro histórico da cidade nesse mês. Um prato cheio para dar uma fugida rápida dos movimentados dias de semana.

O município b, – subprefeitura central da capital uruguaia -, terá um dia de integração familiar, ligado à culinária e sabores locais. No sábado, 16 de setembro, a Plaza Zabala, localizada no bairro histórico de la Ciudad Vieja, recebe a 2ª edição do festival gastronômico: “Ciudad Vieja Cocina”, atividade que reúne 20 restaurantes que oferecerão seus melhores pratos a preços promocionais. O festival promete grandes variedades gastronômicas, por meio de uma feira diversificada e exposições, das 12:00 às 22:00.

A “Ciudad Vieja” tornou-se um crescente polo turístico e gastronômico, com uma grande diversidade de propostas que permitem aos visitantes desfrutar de diferentes tipos de alimentos. Senão o mais antigo bairro de Montevidéu, com certeza é o que contém e conta boa parte da história da capital uruguaia, sendo as principais testemunhas o porto de Montevidéu, o Cabildo, a Igreja Matriz e La Puerta de La Ciudadela – resquício de que a cidade era rodeada por uma enorme muralha na Plaza Independência.

Lá se concentram as maravilhas da época colonial, as livrarias, museus e os tesouros arquitetônicos imperdíveis do século XX, rodeados do esplendor da rambla (calçadão à Beira-mar) da capital: o Palácio Salvo, Palácio Legislativo, o Castillo Pitamiglio, Estação de Trens, Estádio Centenário, o Hotel Carrasco e o Parque Hotel.

- Outras opções além do festival:

O visitante pode almoçar ou petiscar no Mercado Del Puerto, que oferece uma infinidade de pratos típicos, vinhos da região – excelente pedida para o friozinho da época. As parrillas uruguaias também estão por lá, cheias de aromas e sabor, são a principal escolha dos turistas. Para terminar a noite existe uma ampla agenda cultural exibidas em locais emblemáticos como o Teatro Solís e Auditório Nacional del Sodré.

Montevidéu pode ser visitado em ônibus também, existe um turístico que percorre todos os pontos mais famosos da cidade em apenas duas horas, vantagem para quem gosta de focar na cultura e gastronomia do local. O passeio recorre Plaza Zabala, Teatro Solís, Plaza Independência, Fuente de Los Condados, Mirador Panorâmico de la Intendência Municipal de Montevidéu, Mercado Agrícola, Museu do Futebol dentre outros locais.

Alguns não sabem, mas o tango faz parte da cultura uruguaia, por isso é muito comum que aos finais de semana performances ao ar livre aconteçam nas praças. Basta uma caminhada no meio da tarde e ali está, assim como em diversos bares e restaurantes da região de Pocitos, bairro onde se concentra a vida noturna da cidade.

Cansou da cidade, vai para zona Rural! A poucos quilômetros de Montevidéu, é possível desfrutar da natureza e das tradições do campo. As vinícolas também são uma excelente pedida. Num tropeço da capital pode-se alcançar o paraíso, uma das dicas aqui é a Bodega Juanicó, a meia hora de distância o local é perfeito para passar a tarde, almoçar e desfrutar das perfeitas harmonizações entre carne e vinho uruguaios.

Além disso, um grupo de estabelecimentos da zona rural de Santa Lucia e Canelones se uniram para mostrar o dia-a-dia de homens e mulheres que produzem os alimentos que chegam à mesa de muitos uruguaios.

Uma fugida para o vizinho não está nada mal, quando se trata de enriquecer cultura, descansar sem gastar muito. O governo uruguaio restitui aos turistas estrangeiros o IVA sobre o consumo alguns serviços e produtos. Viajar para o Uruguai é sempre uma boa pedida.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Fernanda Bertin

  
  

Publicado por em