Pernambuco aposta na cultura durante o Salão do Turismo

Para representar Pernambuco no espaço Vitrine Brasil, a Secretaria de Turismo do Estado e a Empetur escolheram artistas e produções importantes que serão levadas para São Paulo

  
  

Pernambuco aposta na arte e na cultura como diferenciais durante o 5º Salão do Turismo, que começa nesta quarta-feira em São Paulo. A produção cultural do Estado vai estar presente dentro e fora do estande, afinal algumas das mais importantes atrações do evento são pernambucanas, como o Maestro Forró, Manoel Salustiano e sua banda Os Quentes e o Coco Raízes de Arcoverde.

Para representar Pernambuco no espaço Vitrine Brasil, a Secretaria de Turismo do Estado e a Empetur escolheram artistas e produções importantes que serão levadas para São Paulo. A obra de Nicola é um exemplo. Há 35 anos, o artista trabalha com madeira e pedra, principalmente esculpindo anjos, arte que já lhe conferiu referências em livros.

Além disso, peças de 18 artistas estarão à venda por preços que variam entre R$ 2 (miniaturas do Alto do Moura, em Caruaru) a R$ 4 mil (réplicas do Barroco pernambucano). “Em todas as feiras, o estande de Pernambuco é sempre muito procurado. Os visitantes do Sul e Sudeste seguem direto para o nosso espaço; as vendas são muito boas e a renda volta para o artesão”, afirma Célia Novaes, coordenadora do Programa do Artesanato Brasileiro em Pernambuco.

O espaço de Pernambuco trará ainda rendas de Pesqueira, cerâmica de Tracunhaém, máscaras de Lula Vassoreiro, de Bezerros, xilogravura de J. Borges, esculturas de Rosalvo, entre outras.

Mas o Estado não ficará restrito a um espaço. Pelos corredores, os visitantes da feira terão a oportunidade de provar da música de Pernambuco como os pernambucanos gostam: no corpo a corpo. O Mastro Forró desfilará com sua orquestra durante o evento, reproduzindo seu modo peculiar de reger quando o grupo toca o frevo nas ladeiras de Olinda. A novidade é que, por conta do tema do evento (São João), o maestro executará músicas juninas. Mas ninguém duvide de que, aqui ou acolá, o frevo rasgado tome conta do Salão.

Além disso, o Coco Raízes de Arcoverde fará apresentações deste que é um ritmo bastante conhecido e importante da cultura popular, fortemente influenciado pela tradição indígena. O grupo chama a atenção por onde passa, em espetáculos no Brasil e no mundo, valendo-se de instrumentos inusitados, como pesados tamancos de madeira, com os quais batem forte no chão, produzindo uma forte marcação. O Governo do Estado irá levar ao Salão alguns dos principais projetos estruturadores.

Pernambuco conhece Pernambuco – O programa chega à terceira edição com resultados importantes: 60% de ocupação hoteleira e 90% de satisfação dos turistas. Nesse projeto, Pernambuco se divide em rotas que vão das praias aos engenhos, dos vinhedos de Petrolina às cidades por onde Lampião e seu bando passaram. A novidade desta edição é a criação de uma 11ª rota: Cantoria e Poesia. Nela, será possível visitar cidades onde o improviso dos cantadores tem a sua marca.

Pernambuco bom pra você – Trata-se da realização de workshops itinerantes, que vão apresentar o potencial de Pernambuco, tanto no turismo de lazer, quanto de negócios, com o objetivo de incrementar o fluxo de visitantes durante todo o ano. O projeto é uma iniciativa da Empetur, com realização do Recife Convention & Visitors Bureau (RCVB).

Taxista Amigo do Turista – Em dois anos de projeto, a Secretaria de Turismo de Pernambuco já ofereceu formação básica de inglês, marketing pessoal e atendimento para quase 800 taxistas que atendem ao público no Aeroporto Internacional dos Guararapes, Porto do Recife, Terminal Integrado de Passageiros, Shopping Tacaruna e 16 hotéis da Região Metropolitana do Recife.

Vivendo Pernambuco – Sobre Pernambuco, não basta falar, é preciso vivenciar, experimentar. Pensando nisso, a Setur e a Empetur programaram uma capacitação diferente para agentes de viagem do Brasil e do mundo, contando com palestras e treinamentos, mas também com visitas aos equipamentos hoteleiros e turísticos de cidades como Recife, Olinda, Porto de Galinhas, Caruaru e Gravatá. Nesta segunda edição, o projeto acontece em junho, quando os operadores chegam ao Estado para as oficinas e visitas. Depois disso, eles terão acesso a um site no qual continuarão os estudos sobre Pernambuco, com direito a apostilas e testes. O agente que melhor se sair nas avaliações ganhará uma viagem para Fernando de Noronha. O vencedor será conhecido em outubro.

Durante o 5º Salão de Turismo, a Empetur, em parceria com o SEBRAE - PE,vai trabalhar três segmentos durante o Encontro de Negócios. Os programas Viaja Mais Melhor Idade, Roteiro Integrado de Civilização do Açúcar, o RICA, e Aventura Segura serão apresentados como opções de destinos turísticos no Estado. Nas mesas estarão presentes representantes de distintos segmentos como a Empetur, o SEBRAE, além de representantes do comitê gestor dos programas, operadores, representantes de hotéis, entre outros, apresentando ao público as informações sobre serviços tais como operadoras, hotéis e o que é mais necessário para visitar o Estado.

Viaja Mais Melhor Idade – Desde 2007, o Ministério do Turismo desenvolve o programa com o objetivo de expandir a inclusão social de brasileiros com idade acima de 60 anos. A iniciativa estimula os meios de hospedagem a oferecerem um desconto ao segmento, durante a temporada de baixa estação. Para isso, o Estado está sensibilizando o empresariado a adaptar os equipamentos e atrativos.

Roteiro Integrado de Civilização do Açúcar (RICA) – O programa é mostrado em três fases. A primeira delas acontece na Paraíba, onde é abordada a produção hoje semi-artesanal de cachaça e rapadura, além das belezas naturais do Brejo paraibano. Em Pernambuco, os visitantes poderão apreciar a história da civilização do açúcar, através da história, engenhos e conjuntos arquitetônicos. Por fim, em Alagoas, a produção moderna.

Fonte: Governo do Estado de Pernambuco

  
  

Publicado por em