Plano de desenvolvimento turístico será apresentado em Parnaíba

O Plano resultou de debates com 2.250 pessoas, 41 prefeitos, 24 órgãos federais e 42 órgãos estaduais que participaram dos encontros técnicos e das consultas públicas do plano do Meio-Norte.

  
  

A versão final do Plano de Desenvolvimento Sustentável da Região Turística do Meio-Norte será apresentada, na sexta-feira (23), na Associação Comercial no Porto das Barcas, em Parnaíba, às 14 horas, pelo Grupo de Trabalho Interministerial (GTI).

O Plano resultou de debates com 2.250 pessoas, 41 prefeitos, 24 órgãos federais e 42 órgãos estaduais que participaram dos encontros técnicos e das consultas públicas do plano do Meio-Norte.

As propostas do Plano para o Piauí são: inauguração do Centro de Pesquisa em Aquicultura (Ceraqua) em Ilha Grande; inauguração da ampliação da pista do aeroporto internacional de Parnaíba; inauguração da primeira fase da 2ª etapa do Distrito Irrigado Tabuleiros Litorâneos em Parnaíba; conclusão da ponte rodoviária sobre o rio Parnaíba entre Luzilândia (PI) e Porto Formoso/São Bernardo (MA); reforma do terminal de passageiros do aeroporto de Parnaíba; conclusão da implantação do porto de Luís Correia; implantação da Zona de Processamento e Exportação (ZPE) em Parnaíba; pavimentação de 130 Km da BR- 222 nos trechos Piripiri-Batalha, Esperantina-Divisa PI/MA e Divisa MA/PI (Repartição - Brejo).

No Ceará, as propostas são: inauguração do Terminal Pesqueiro Público em Camocim; inauguração da pavimentação de 60 Km da rodovia CE-311 no trecho Granja - Viçosa do Ceará; construção da Escola de Turismo em Camocim; consolidação da cadeia produtiva de floricultura na região da Ibiapaba.

E, no Maranhão, foram incluídas a pavimentação de várias vias; reativação do Perímetro Irrigado de São Bernardo; consolidação da cadeia produtiva do caranguejo no Delta do Parnaíba; implantação do plano de manejo e ações de manutenção e conservação do Parna dos Lençóis Maranhenses; construção da ponte rodoviária sobre o rio Parnaíba entre Matias Olímpio (PI) e Repartição (Brejo); construção do terminal de passageiros e cargas em Tutóia.

Além das ações acima, o plano sugere a ampliação das linhas de transmissão de 69 para 138 KV nos três Estados, além da aceleração do Programa Luz Para Todos no Piauí e no Maranhão.

Os trabalhos do GTI foram coordenados pelo Ministério da Integração Nacional e pelo Ministério do Turismo, com a participação de representantes de 26 Ministérios e órgãos federais, das Secretarias Estaduais de Planejamento/Turismo do Piauí, Maranhão e Ceará e da Agência para o Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS), e visaram o desenvolvimento turístico sustentável de 77 municípios do Maranhão, Ceará e Piauí, em um total de 1,8 milhão de habitantes.

No sábado (24), no mesmo local, o GTI debaterá com prefeitos e representantes da sociedade civil a composição do Conselho Gestor do Plano do Meio-Norte.

Fonte: Secretaria de Turismo do Piauí

  
  

Publicado por em