Procura por eventos na América do Sul cresceu 9% em dez anos

O mercado de eventos chama a atenção dos empresários do setor turístico brasileiro por movimentar a cadeia produtiva do turismo, injetar milhões em recursos na economia e dar visibilidade ao país

  
  
Procura por eventos na América do Sul cresceu 9% em dez anos

O mercado de eventos chama a atenção dos empresários do setor turístico brasileiro por movimentar a cadeia produtiva do turismo, injetar milhões em recursos na economia e dar visibilidade ao país. Segundo o vice-presidente executivo da Vancouver Tourism Canadá, Paul Vallee, a procura por eventos na América do Sul cresceu 9% em 10 anos. Vallee participou, nesta sexta-feira (15/07), juntamente como o sócio-diretor da Gary Grimmer Company da Austrália, Gary Grimmer, da mesa de debates “Gestão de Marketing de Destinos”, durante o 6º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, no Anhembi, em São Paulo (SP).

“O Brasil está na mente do mundo quando se fala em convenção, porém Europa e América do Norte ainda são os mais requisitados”, disse Vallee. Segundo Grimmer, é preciso explorar novas formas de fazer as coisas, reinventar os destinos. “Temos uma nova geração assumindo as empresas, e o que eles querem e pesam é diferente das pessoas da década de 60, por exemplo”, afirmou Vallee, que enfatiza a influência da globalização nas decisões.

Para Grimmer, a gestão de marketing é apenas uma parte da estratégia. “É preciso um bom planejamento com foco nos interesses e um bom produto para atrair investidores”, finalizou.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em