Região de Vassouras-RJ realiza o Festival Vale do Café 2007

Depois de receber mais de 350 mil pessoas em suas quatro edições anteriores, o Festival Vale do Café 2007 apresenta de 20 a 29 de julho, uma mistura de instrumentos e ritmos em um dos mais lindos recantos do estado do Rio, caminho his

  
  

Depois de receber mais de 350 mil pessoas em suas quatro edições anteriores, o Festival Vale do Café 2007 apresenta de 20 a 29 de julho, uma mistura de instrumentos e ritmos em um dos mais lindos recantos do estado do Rio, caminho histórico do ouro e ponto-chave da produção de café: a região de Vassouras. Desde 2003, ela sedia o Festival, que tem renovado a cultura e o turismo da região.

A exemplo das edições anteriores, haverá palestras, cursos, concertos, “rodas de causos” e cortejos nas igrejas, casarões, praças e fazendas, tendo como cenário o Vale do Paraíba.

A programação de concertos e shows - em torno de 40 apresentações - tem grandes nomes nacionais e internacionais em formações diversas. Entre as manifestações populares, destaca-se o Cortejo de Tradições, com sete blocos: Abre Alas de Rezadeiras, Calango, Jongo, Folia de Reis, Capoeira, Maculelê e Caninha Verde, com música especialmente composta por Ricardo Medeiros e Cristina Braga.

Apresentações de artistas consagrados como, o pianista Athur Moreira Lima, a harpista Cristina Braga, o violonista Turíbio Santos, Marcel Powell, Sururu na Roda com Nilze Carvalho, Duofel, Bruce Henry Quarteto, Marcos Ariel e Tigres da Lapa, Carlos Malta e o Pife Moderno, Quarteto Uirapuru, Big Band com Marco Túlio e Lélio Alves, o Trio Aquarius com Carol Mc Davit, Bia Bedran, Banda do Festival convida José Freitas e Celso Woltzenlogel, Daniela Spielmann com Zé da Velha e Silvério Pontes, Alceu Maia e o Choro Elétrico e Leo Ortiz com alunos do PIM, entre outros, já estão confirmadas.

A criança também tem a sua vez no festival, apresentações em praça pública da Orquestra do PIM, show de Bia Bedran, concertos de professores e alunos, caminhadas ecológicas e a participação no Grande Cortejo de Tradições. Além de serem os guias mirins no Circuito Gastronômico dos Barões, onde apresentarão a história de cada um deles de maneira lúdica e instrutiva.

Diversas fazendas preservadas vão abrigar os concertos: Cachoeira Grande (datada da primeira metade do século XIX, possui planta com formato em T e construção térrea e o concerto será ao lado de um lago), Taquara (a visita guiada à fazenda compreende um excelente tour pela sede e antiga senzala, bem como degustação de quitutes feitos na propriedade), Pau Grande (tem um super haras e só abre as portas de sua capela ao público durante os concertos do Festival),

Santo Antônio (antiga fazenda cafeeira transformada em hotel), Galo Vermelho (hotel-fazenda, oferece chá imperial todos os sábados, onde revive os tradicionais encontros dos grandes produtores de café da região), Mulungu Vermelho (possui três quartos para hospedagem), São João da Barra (tem a maior coleção de documentos da época da escravatura), São Fernando (senzala conservada com obras de artistas contemporâneos), São José das Paineiras (com uma natureza exuberante, proporcionada pela extensa reserva de mata atlântica é administrado por padres), Cananéia (o concerto será no curral e, logo após será servido leite tirado da vaca), além da Chacrinha (a sede é um dos mais belos exemplares da arquitetura neo-clássica rural de fins do século XIX, situada em meio a um pomar centenário e jardins deslumbrantes) e São Luiz da Boa Sorte (o concerto será na capela) . Linhas de vans estarão à disposição para o deslocamento dos visitantes. Na cidade, a igreja e a praça central – entre outros prédios históricos – servirão de cenário aos espetáculos.

A chef Diana Mario do restaurante Summer Garden, em Miguel Pereira, apresenta “A Degustação do Cardápio dos Barões”, inspirado no jantar que a filha do Barão de Vassouras ofereceu à princesa Izabel e ao Conde d'Eu, na Fazenda Cachoeira Grande, em 1884. O famoso Chef Jos P. Boomgaardt, premiado na Holanda com duas estrelas no Guia Michelin, prepara na sua Vivenda Les 4 Saisons em Engenheiro Paulo de Frontin, um menu especial para o festival, inspirado em Grandes Compositores, como Vivaldi, Villa Lobos e Mozart.

O Grupo Vassouras Gourmet que engloba 15 restaurantes, criou 15 pratos homenageando os barões do café e guias mirins contarão a história de cada um deles. Alguns dos principais concertos vão unir música e gastronomia.

Em matéria de hospedagem, os hotéis e pousadas são rústicos e agradáveis. Desde as mais afastadas, como o Hotel Fazenda Galo Vermelho, o Hotel Paineiras, Casa do Manequinho, Cheiro de Mata, Vale do Embaúba, aos mais urbanos e tradicionais, o Gramado da Serra, e a Pousada Bougainville, a oferta é variada.

O mix de acordes e a graça de uma cidade pequena, com clima bucólico, atraem visitantes de diversas idades e gostos. De clima tropical, Vassouras, que fica a 434m acima do nível do mar, encanta por suas praças, pelas mesinhas nas calçadas, onde se pode bater papo sem pressa, enfim, pelo dia-a-dia diferente daquele da cidade grande. Mas não é só o Festival que justifica uma visita à cidade: inúmeros museus, monumentos e praças históricas conferem à Vassouras o título de grande preservadora da nossa história. E ainda é possível agendar visitas internas e externas às lindas fazendas do ciclo do café, algumas fora da programação musical.

No ano passado o Sebrae desenvolveu uma pesquisa e constatou um altíssimo grau de fidelização do público: 80% voltou pelo menos duas vezes ao festival, e teve 100% de aprovação como programa artístico-histórico. Quando indagados quanto ao principal motivo de sua viagem/visita à região do Vale do Café 80% apontou o item IV Festival do Vale do Café como um dos principais motivos de sua visita.

O Festival Vale do Café foi viabilizado graças as leis federal e estadual de incentivo à cultura e ao patrocínio da Embratel, Light e Unibanco. Como apoiadores do evento temos ainda Nova Dutra (Programa CCR Cultura nas Estradas) Volkswagen Caminhões, BR Distribuidora, Sebrae, Firjan, Café Favorito, Universidade Severino Sombra, Metalúrgica Barra do Piraí, Turisrio, e as prefeituras de Vassouras, Piraí e Engenheiro Paulo de Frontin.

O Festival inaugurou em 2003 uma nova rota que reúne a grande música, a história preservada, a natureza e a vida cultural de uma das mais belas regiões do país. A quinta edição vem apenas confirmar a deliciosa aventura cultural e turística que ele oferece.

Mais informações em www.festivalvaledocafe.com

Fonte: Assessoria de Imprensa – Festival Vale do Café

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em

Ana maria araujo

Ana maria araujo

30/12/2008 10:46:26
Maravilhoso evento, muito bem organizado, parabens aos
realizadores