Região Nordeste receberá mais R$ 18 milhões para promoção turística

A campanha envolve ações em meios como revistas, jornais, cinemas, aeroportos, voos aéreos e road shows, além de ações exclusivas para o trade e outras específicas para países de maior emissão de turistas, de acordo com a demanda de cada estado.

  
  

A promoção conjunta dos estados do Nordeste no mercado nacional e internacional foi o principal tema do encontro da Fundação Comissão do Turismo Integrado do Nordeste (CTI-NE) realizada nesta terça-feira (20/10), no Hotel Sheraton, no Rio de Janeiro, que reuniu representantes de órgãos de turismo dos nove estados do Nordeste. Durante o evento, o presidente da CTI-NE e secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia, apresentou as linhas gerais do projeto, realizado em parceria com o Ministério do Turismo e a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), que irá direcionar recursos no valor de R$ 18 milhões para promoções e eventos conjuntos na região. A campanha envolve ações em meios como revistas, jornais, cinemas, aeroportos, voos aéreos e road shows, além de ações exclusivas para o trade e outras específicas para países de maior emissão de turistas, de acordo com a demanda de cada estado.

Segundo Bismarck Maia, o objetivo é divulgar todos os estados da região, construindo uma estratégia conjunta de marketing que leve em conta as prioridades mercadológicas e particularidades de cada um. "Este projeto é uma forma de cumprir a Política Nacional de Turismo", afirmou.

O secretário também defendeu a mobilização dos representantes dos estados para trazer a Feira da Abav para a região Nordeste. "O Nordeste é o bloco mais importante em termos de fluxo turístico, e o país é grande demais para justificar essa centralização do evento, mas é impossível trazer o evento para a região sem a mobilização de todos estados", afirmou. Bismarck também defendeu a capacidade dos estados do Nordeste de se prepararem para receber um evento deste porte, dando como exemplo a construção do Centro de Eventos do Ceará, um investimento de R$ 300 milhões que irá dotar o estado de um espaço para receber eventos de porte internacional: "Essa é uma decisão política, baseada no fato de que a maioria dos estados da região tem no turismo sua principal vocação econômica, e desenvolver essa vocação é a única opção".

Fonte: Governo do Ceará

  
  

Publicado por em