Sebrae apóia projetos em torno de Parques Nacionais

Integração de cadeia produtiva fortalece destinos, empresas e unidades de conservação

  
  

Desde 2009 o Parque Nacional Marinho, de Fernando de Noronha, implantou um projeto em parceria com o Sebrae para autorização de todos os serviços realizados na unidade e o resultado tem sido melhor a cada dia. O exemplo foi um dos mencionados hoje na sequência de programação de fóruns do Abeta Summit 2011.

Representantes do Sebrae, do Ministério do Turismo e de parques nacionais participaram hoje, a partir das 16h30, de um bate-papo sobre as estratégias e iniciativas desenvolvidas através de projetos para integração da cadeia produtiva do turismo para fortalecimento de destinos, empresas e dos próprios parques.

Em Fernando de Noronha, ilha que sobrevive da exploração racional do turismo, o projeto começou a ser implantado em 2009 para trazer maior segurança aos usuários e aumentar a qualidade dos serviços. Hoje o local conta com 210 condutores de trilhas autorizados; três empresas de mergulho, quatro de filmagem e 13 passeios de barco em fase de regulamentação. A prática de rapel também está sendo avaliada para se tornar uma atividade autorizada pelo parque.

Fonte: ABETA

  
  

Publicado por em