Simpósio marca lançamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem

Surge como um fórum privilegiado, nos quais os profissionais da área poderão trocar experiências e obter informações capazes de melhorar o atendimento do brasileiro que viaja e do turista estrangeiro.

  
  

Com a participação de 40 conferencistas de oito estados diferentes, um simpósio marca nesta sexta-feira (dia 5/12) o lançamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem, no Teatro da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FCMUSP), na rua dr. Arnaldo 455, em São Paulo.

Realizado com apoio da Sanofi Pasteur, a divisão de vacinas do grupo Sanofi- Aventis, o I Simpósio da Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem vai colocar em debate até sábado (dia 6), como a prática desta especialidade médica, o sistema de vigilância epidemiológica, a imunização do viajante, os problemas de altitude, jet leg e mergulho, a prevenção da malária e da febre amarela e a avaliação do retorno do viajante.

Há dois anos funcionando extra-oficialmente, a Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem surge como um fórum privilegiado, nos quais os profissionais da área poderão debater, trocar experiências e obter informações capazes de melhorar o atendimento do brasileiro que viaja (para dentro de fora do território nacional) e do estrangeiro de passagem pelo Brasil.

“O profissional desta especialidade precisa saber em tempo real tudo o que acontece ao redor do mundo de um surto no Leste Europeu a uma epidemia na Ásia. Daí a importância da troca de informações”, ressalta o presidente da entidade, o infectologista Marcos Boulos, diretor da Faculdade de Medicina da USP, onde atua como professor titular do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias.

Caberá também à entidade auxiliar o governo federal a estabelecer medidas de proteção ao viajante. Em um segundo momento, a entidade pretende lançar um website, no qual o público leigo poderá tomar ciência das doenças que estão acontecendo mundo, as vacinas recomendadas de acordo com o destino planejado, condutas para se evitar doenças durante a viagem, informações geográficas, etc.

Na opinião da gerente-médica da Sanofi Pasteur, Lucia Bricks, Doutora em Medicina pela USP, o crescente número de pessoas que viajam pelos mais diversos motivos – lazer, trabalho, estudos, missões militares, fins religiosos – torna essencial o desenvolvimento de estratégias eficientes para a prevenção de problemas ocorridos em viagens.

“Certamente, a Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem será o fórum mais apropriado para discutir e desenvolver essas estratégias, assim como para divulgar as orientações para a profilaxia de doenças potencialmente graves evitadas por vacinas -como febre amarela, febre tifóide, cólera e aquelas para as quais não há vacinas”, afirma a médica.

SIMPÓSIO:

O I Simpósio da Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem contará com a participação especial de representantes da Sociedade Latino-Americana de Medicina do Viajante (Tomás Orduña), da OPAS - Organização Pan-americana de Saúde (Roberto Montoya), da Associação Brasileira de Medicina Aeroespacial (Eduardo Vinhaes), Fundação de Medicina Tropical do Amazonas (Franklin Simões) e da Anvisa (Francisco Vanin Pascalichio).

Do Ministério da Saúde, haverá membros do Programa Nacional de Imunizações (Ana Rosa dos Santos), Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Márcio Henrique de Oliveira Garcia), Instituto Evandro Chagas do Pará (Raimunda do Socorro da Silva Azevedo) e Programa Nacional de Prevenção e Controle da Malária (José Lázaro de Brito Ladislau).

Estarão presentes conferencistas de serviços públicos de orientação de viajantes como o CIVES (Universidade Federal do Rio de Janeiro), o Ambulatório dos Viajantes (Hospital das Clínicas da FCMUSP), o Núcleo de Medicina dos Viajantes (Instituto de Infectologia Emílio Ribas), Ambulatório dos Viajantes (Unifesp), além de médicos de seis universidades – USP, Unicamp, UnB, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal da Paraíba.

PROGRAMA:

Dia 05 de dezembro

14h às 14h30 - Abertura

Fernando Martins – Vice- Presidente da SBMV, CIVES/UFRJ

14h30 às 15h – Conferência Medicina de Viagem como nova área de atuação médica no Brasil

Moderador: Tomas Orduna

Conferencista Prof. Marcos Boulos - Presidente da SBMV

15h às 16h20 - Mesa redonda Prática da medicina de viagem no Brasil sob a ótica dos serviços pioneiros

Moderador: Ana Rosa – PNI/SVS/MS

Preparando o viajante – Fernando Martins - CIVES/UFRJ

Viajantes especiais - Tânia S. Souza Chaves/Núcleo de Medicina do Viajante/IIER/SES/SP

Agravos no retorno experiência de serviço - Rodrigo Angerani - UNICAMP

16h30 às 18h00 - Mesa redonda Imunização no viajante

Moderador: Marta Heloísa Lopes

Vacinação do viajante: Quem, como e quando? - Jaime Luis Lopes Rocha – Universidade Federal do Paraná

Esquemas acelerados - Káris Maria P Rodrigues – CIVES/UFRJ

Políticas públicas de vacinação para o viajante - Ana Rosa dos Santos - PNI/SVS/MS/DF

18h00 às 18h30 - Work Shop Destino Brasil - Amazônia

Mariana M. M. Quiroga – NUMETROP/FMUSP

Dia 06 de dezembro

8h30 às 9h10 – Conferência Regulamento Sanitário Internacional implicações na vigilância em saúde do viajante

Moderador: Franciso Vanin Paschalichio/ANVISA

Palestrante: Márcio Henrique de Oliveira Garcia/ CIEVS/SVS/MS

9h10 às 10h30 - Mesa redonda Malária I Alerta sobre o risco para o viajante

Moderador: Pedro Luis Tauil – UNB/DF

Malária no mundo (epidemiologia, resistência antimalárica) - Marcos Boulos - FMUSP

Riscos para o viajante no Brasil - Franklin Simões FMT-AM

Controle, diagnóstico e resistência antimalárica no Brasil - Roberto Montoya OPAS

10h45 às 12h05 - Mesa redonda Avaliação no retorno

Moderador: Marcelo Litvoc – HC/FMUSP

Avaliação de síndromes febris no retorno Arboviroses na Amazônia -Raimunda do Socorro da Silva Azevedo – Instituto Evandro Chagas/SVS/MS

Diarréia do viajante - Sylvia Maria de Lemos Hinrichsen – Depto. de Medicina Tropical da UFPE

Afecções respiratórias no retorno - Gustavo Johanson – Ambulatório de viajantes/UNIFESP

14h às 15h20 - Mesa redonda Malária II Prevenção da malária

Moderador: Ricardo Igreja/CIVES

Medidas de proteção individual - Marcos Vinicius da Silva- Instituto de Infectologia Emílio Ribas Quimioprofilaxia da malária - Melissa Mascheretti – Ambulatório dos Viajantes HC/ FMUSP/SP

Tratamento auto-administrado - Jessé Alves – Núcleo de Medicina do Viajante/IIER/SES/SP

15h20 às 16h00 - Conferência Febre amarela – aspectos epidemiológicos no Brasil.

Moderador: Ana Freitas Ribeiro/SES/SP

Zouraide Guerra (MS)

16h15 às 17h35 - Mesa redonda Nem tudo é infecção

Moderador: Jessé Alves

Altitute - Tomas Orduna/Argentina

Barotrauma (mergulho) - Eduardo Vinhaes/ABRAMET

Jet leg - Ligia Pierrot – HC/DMIP/FMUSP

17h35 às 18h05 - Work Shop “Guia para profissionais de saúde sobre Prevenção de Malária em Viajantes” – SVS/MS

Moderador: Marcos Boulos

Palestrantes: José Lázaro de Brito Ladislau - PNCM/SVS/MS

Márcio Henrique de Oliveira Garcia/ CIEVS/SVS/MS

Fonte: Lu Fernandes Comunicação

  
  

Publicado por em