Sônia Bridi mostra o poder da imagem para ajudar a salvar o planeta no ABETA Summit

Repórter da Rede Globo contou como percorreu os cinco continentes para mostrar pistas do aquecimento global

  
  

Amante da natureza e da ciência, Sônia Bridi, repórter especial da TV Globo, contou um pouco da sua experiência e motivação na produção da série Retratos do Clima. O objetivo era acompanhar de perto, em loco, fenômenos naturais que dão pistas de que o aquecimento global existe e é uma prova de que a vida no planeta vai se modificar drasticamente.

“Frente a divulgação de notícias que refutavam a veracidade do aquecimento global, nada mais justo do que tentar mostrar de perto o que alguns países estão sofrendo”, contou ela.

“Apresentei o projeto para o produtor do Fantástico e ele topou na hora”, lembrou. Durante cinco meses, ela e o marido Paulo Zero, cinegrafista, percorreram todos os continentes do planeta. Foram 14 países, mais de 100 vôos e cerca de 200km a pé. Eles subiram picos como o Kilimanjaro, na África e Machu Picchu, no Peru, para mostrar como o clima nesses lugares já não é mais o mesmo.

Entrevistas com estudiosos de todos esses países mostraram também que Bridi estava certa e que o aquecimento global é sim um evento que está ocorrendo a uma velocidade acima do previsto. “Hoje no planeta existem vários refugiados do clima. Em alguns lugares, como o Peru, já não há mais água e não há mais condições de vida”, contou.Por todos os locais, Sônia e Paulo contaram com apoio de operadores de turismo e guias. O trabalho dessas pessoas foi reconhecido pela repórter. “Graças a Deus a indústria do turismo já chegou a alguns lugares e isto facilitou nosso acesso”, finalizou.

A palestra fechou o segundo dia de ABETA Summit, que ocorre até amanhã, no Holiday Inn Anhembi, em São Paulo.

Fonte: ABETA

  
  

Publicado por em