Turismo Legal no Salão do Turismo

Estande Viaje Legal leva ao visitante dicas sobre quais itens devem ser observados

  
  
Estande Viaje Legal leva dicas ao público para garantir um passeio sem problemas. No espaço do Ministério do Turismo na última edição do Salão público pode acompanhar o histórico da política pública do segmento

O 4º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil leva ao público dicas para evitar dores de cabeça antes, durante ou mesmo depois da viagem. É o estande Viage Legal, montado próximo à entrada do Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Com 900 m², ele contará com a participação de profissionais treinados para orientar o visitante sobre quais cuidados devem ser adotados para garantir uma viagem bem sucedida. A área também atende os prestadores de serviço interessados em formalizar a situação junto ao Ministério do Turismo.

Qual turista nunca passou por um aperto? A lista de problemas é extensa. São hotéis com armários mofados, quartos com mau cheiro, ar-condicionado quebrado, carpete empoeirado, cruzeiros com comida estragada e até pacotes turísticos falsos. Todo cuidado é pouco para evitar que as férias, ou mesmo um feriado prolongado, virem um pesadelo.

Dentro do estante haverá um barco, uma recepção de um albergue da juventude e um ônibus. Tudo para apresentar de maneira didática quais os itens de segurança obrigatórios, as condições básicas do equipamento e os direitos dos turistas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária também marca presença no local para instruir o visitante com relação aos exames médicos necessários e os cuidados a serem adotados com a saúde.

A ideia é incentivar o público a contratar as empresas credenciadas no Cadastur. “Quando um turista não fica satisfeito com o serviço, muitas vezes não consegue reaver o dinheiro, nem registrar uma denúncia nos órgãos de fiscalização, porque a empresa não tinha registro e simplesmente fechou as portas”, explica Mariana Xavier, do Cadastur.

Fique de olho
• Só assine documentos depois de ler e analisar com atenção o contrato de prestação de serviços;
• Guarde sempre os materiais promocionais ou recortes de jornal que divulgaram a viagem ou excursão. Isso pode ser útil para formalizar uma reclamação ou denúncia;
• Exija a presença do profissional Guia de Turismo;
• Nas viagens de ônibus ou avião, guarde sempre o tíquete de bagagem e o bilhete de passagem. Eles são a garantia de passageiro no caso de extravio ou dano na bagagem;
• Identifique sua bagagem por dentro e por fora e transporte joias, documentos, aparelhos eletrônicos e telefone celular sempre na bagagem de mão;
• Sempre solicite a confirmação por escrito da reserva em um meio de hospedagem, contendo as informações sobre a tarifa, o horário do check-in, o tipo de unidade habitacional, os serviços oferecidos e a forma de pagamento;
• Em caso de problemas na prestação de serviços, procure o Órgão de Proteção e Defesa do consumidor local – PROCON e o Ministério do Turismo.

Saiba mais sobre o Cadastur

O Cadastur, cadastro dos prestadores de serviços turísticos, nasceu em junho de 2006, na segunda edição de Salão do Turismo. Ele substituiu o antigo Sistema Automático de Gerenciamento dos Prestadores de Serviços Turísticos – SAGET, operacionalizado pelo Instituto Brasileiro de Turismo – EMBRATUR.

Em 17 de setembro de 2008 foi publicada a Lei 11.771, que estabelece o cadastramento obrigatório para prestadores de serviços turísticos. Ele deixou de ser um benefício e passou a ser um dever. Hoje, o sistema é executado em parceria com os órgãos oficiais de turismo nos 26 estados brasileiros e Distrito Federal.

A inscrição tem dois anos de validade e a consulta do certificado fica disponível no endereço eletrônico www.cadastur.turismo.gov.br. No mesmo site os prestadores de serviço encontrarão as categorias para as quais o cadastro é obrigatório.

Credenciamento

Jornalistas, visitantes e voluntários já podem se cadastrar gratuitamente no site WWW.salao.turismo.gov.br

Calendário
Quarta (01 de julho) a sexta (03 de julho)
das 14h às 22h
Sábado (04 de julho)
das 10h às 22h
Domingo (05 de julho)
das 10h às 20h

Fonte: Salão Nacional do Turismo

  
  

Publicado por em