Artesanato baiano é exposto em evento gastronômico em Salvador

Segunda edição do Bahia Goumert está aberta ao público desde esta última quinta-feira (27) e vai até o próximo sábado (29), no Shopping Iguatemi, em Salvador

  
  

Porta-copo, panos para bandeja, toalhas de lavabo. Essas peças, produzidas por artesãos do interior da Bahia, poderiam compor uma bela exposição em uma feira de artesanato, mas estão num evento de gastronomia em Salvador, o Bahia Goumert, que reúne os maiores profissionais do ramo no Brasil. Na noite desta quarta-feira (26), o espaço foi aberto para imprensa e convidados com um estande do Sebrae/BA onde o artesanato está exposto.

A participação do artesanato baiano em um evento de gastronomia é uma estratégia desenvolvida pelo Sebrae/BA para promover a abertura de mercado para as pequenas comunidades do interior do Estado.

“O artesanato era visto apenas como decoração. Procuramos, então, agregar ao trabalho do artesão esse valor da produção associada. Ou seja, levantar a demanda dos empresários, donos de restaurantes, de forma que os artesãos baianos produzissem peças que pudessem ser comercializadas nesse ramo”, explica Fátima Seabra, consultora do Sebrae/BA.

A artesã Crespina da Silva, representante da Associação de Artesãos de Saubara, destaca a oportunidade, com a participação no Bahia Goumert, de fechar novos negócios. “A expectativa é muito boa. É a primeira vez que estamos participando e esperamos divulgar as nossas peças e fechar alguns contratos”, aponta.

“Acredito que eventos como esse oferecem uma maior visibilidade ao nosso trabalho. Os empresários passam a conhecer a nossa produção e nós procuramos saber o que eles estão demandando, para que possamos produzir de acordo com a necessidade do mercado”, diz Crespina.

O artesanato baiano chamou a atenção da primeira-dama do Estado, Fátima Mendonça. Ela visitou o evento na noite desta quarta-feira e aprovou o que viu. “O evento mostra a diversidade cultural que a Bahia tem, afinal a culinária também é cultura. E podemos ver que a gastronomia atrai outras atividades, como o artesanato, o que revela ainda mais as várias ‘Bahias’ que existem por esse Estado”, afirmou.

Além de Saubara, o artesanato de Maracangalha e da Costa dos Coqueiros marcam presença no Bahia Goumert, que estará aberto ao público a partir desta quinta-feira (27). A entrada custa R$ 25 para quem quiser participar. Serão realizados workshops, aulas, degustações, entre outras atividades.

O Sebrae/BA, através da Unidade de Acesso à Mercado, viabilizou ainda a participação de produtores de ovinocaprinocultura, piscicultura e cachaça. Além disso, estão sendo divulgados os festivais gastronômicos da Chapada Diamantina, que está previsto para acontecer no final de outubro, e da Praia do Forte, em novembro.

De acordo com Adriana Moura, coordenadora de Acesso a Mercado, a presença desses projetos no Bahia Goumert é uma forma de divulgar a qualidade dos produtos do interior do Estado. “Muitos deles já alcançaram altos padrões, como, por exemplo, a cachaça, que é exportada, e o artesanato, que atende a exigência de grandes compradores”, pontua. Ela completa, afirmando que essa é mais uma estratégia de ampliar os negócios desses empreendedores.

O Bahia Goumert é uma idealização da promoter Licia Fábio e do chef Edinho Engel. Nesta segunda edição do evento, Licia Fábio destaca a diversidade de produtos encontrados no evento. “Temos produtos que vão de restaurantes sofisticados até a barraquinha de frutas da Ceasa. A nossa idéia é ampliar cada vez mais o leque de opções e tornar o Bahia Goumert o maior evento de culinária do Brasil”, conclui.

O público pode visitar o Bahia Goumert até o próximo sábado (29), das 13h as 22h30, no Shopping Iguatemi, em Salvador. Quem não efetuou a inscrição antecipadamente, deve fazê-la no local.

Serviço:
Sebrae na Bahia – (71) 3320-4300

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em