Festival Gastronômico da Costa do Descobrimento mistura temperos, turismo e cultura

Sempre com temas relacionados ao Descobrimento do Brasil, os 30 restaurantes participantes dão uma pitada a mais no tempero de seus pratos, criados especialmente para o Festival

  
  
Camarões

Anualmente, na segunda quinzena de julho, as cidades de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte, localizadas no sul da Bahia, participam do Festival Gastronômico da Costa do Descobrimento que, em 2010, entrará na sua sexta edição.

Sempre com temas relacionados ao Descobrimento do Brasil, os 30 restaurantes participantes dão uma pitada a mais no tempero de seus pratos, criados especialmente para o Festival com o objetivo de agradar o paladar dos interessados em aliar gastronomia, história e turismo.

Festival Gastronômico da Costa do Descobrimento

Além de novidades nos pratos da culinária brasileira e internacional, uma “mistura” de atividades completa a programação do Festival, que conta com uma cidade cenográfica com atrações culturais diversas, uma escola gastronômica e suas oficinas de culinária, requintados festins com os mais renomados chefs de cozinha e, ainda, a produção da “Maior Moqueca do Mundo”, que serviu, em 2009, 2.000 convidados embalados ao som do músico Dudu Nobre.

Diversidade gastronômica

Com uma das regiões mais atrativas do Brasil para estrangeiros e para os próprios brasileiros, desde 1500 a Costa do Descobrimento recebe a influência de povos que se encantam com a mescla cultural e os atrativos locais.

Poucos lugares no mundo reúnem beleza natural, história, lazer, negócios e ecoturismo. Tudo isso somado ao fácil acesso dos principais centros do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte) e a uma completa rede de serviços nas áreas de hotelaria, receptivos, locadora de veículos, alimentação, rede bancária e saúde.

Apostar na gastronomia é o caminho para ampliar ainda mais os horizontes de um dos principais destinos turístico do Brasil, seguindo exemplos de bons resultados em países como Itália, França, Espanha, México, Alemanha e Portugal, que fisgaram seus turistas “pelo estômago”.

No Brasil o segmento de restaurantes e similares já representa 40% do PIB (Produto Interno Bruto) do turismo e, na região da Costa do Descobrimento, firma o potencial gastronômico à diversidade cultural, somados à “chegada e permanência” de estrangeiros desde o ano de 1.500.

A variedade e qualidade das opções de restaurantes, que oferecem o melhor da tradicional comida baiana e da culinária nacional e internacional, refletem a mistura das raças e povos encontrados na região, tornando o período do Festival um momento em que toda esta diversidade histórica, cultural e de temperos se torna ainda mais evidente.

Fonte: Prefeitura de Porto Seguro

  
  

Publicado por em