Maior moqueca do mundo foi servida em Belmonte/BA

O evento faz parte da programação do 5º Festival Gastronômico da Costa do Descobrimento, na Bahia, que prossegue até 31 de julho

  
  

Uma moqueca tipicamente baiana, com muito tempero e 700 quilos de peixe. Assim foi a ‘maior moqueca do mundo’, servida domingo (19), em Belmonte, dentro da programação do 5º Festival Gastronômico da Costa do Descobrimento.

Duas mil pessoas saborearam a moqueca que, foi preparada em uma panela de ferro, com 1,52 metro de diâmetro. “Na quarta edição do festival a moqueca foi feita em uma panela de barro, mas o calor inviabilizou o preparo, então optamos pela de ferro”, disse Laércio Magalhães, responsável pela produção do prato.

Segundo Guto Morais, produtor da Congregabahia eventos, organizador do festival, o recorde da produção da ‘maior moqueca’ está em avaliação, desde o ano passado, pelo Guiness Book (Livro dos Recordes). “O processo é lento e a façanha ainda não foi certificada. O nosso objetivo é chegar ao livro dos recordes, pois o evento cresceu bastante, se comparado ao ano passado”, disse.

Ainda de acordo com Guto Morais, a ‘maior moqueca’ surgiu de uma conversa informal com Laércio Magalhães sobre a busca de atrativos que resgatassem as raízes da região. “A proposta de preparar e servir a moqueca em Belmonte faz com a cidade se insira turisticamente no festival gastronômico”, concluiu.

Das duas mil pessoas que experimentaram o prato, 700 eram crianças da rede pública de ensino de Belmonte e de Porto Seguro. A ‘maior moqueca do mundo’ foi embalada por um show do sambista Dudu Nobre.

A quinta edição do Festival Gastronômico da Costa do Descobrimento prossegue até o dia 31 de julho em Porto Seguro, Arraial D’Juda, Trancoso, Santa Cruz Cabrália e Belmonte. Para saborear os pratos criados especialmente para o festival, basta ir a um restaurante ou barraca de praia que estão sinalizados com o logotipo do evento.

Serviço:
Sebrae na Bahia – (71) 3320-4300

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

Paulo Ricardo Oliveira Machado do Couto

Paulo Ricardo Oliveira Machado do Couto

27/07/2009 17:12:12
Faço Faculdade de turismo em Salvador - Ba, este assunto produzido serve para completar como elementos que a gastronomia baiana como patrimônio cultural na Bahia