Rota das Emoções agrega beleza e gastronomia

Os sabores são parte importante de qualquer viagem e muitas vezes se transformam na lembrança mais viva dos lugares visitados

  
  

Na Rota das Emoções – Jeri, Delta, Lençóis, destino turístico que abrange os estados do Piauí, Ceará e Maranhão, a comida é tão sedutora quanto as praias, os esportes náuticos, as fontes de água doce e salgada e o verão, quase eterno.

Essa riqueza, aliada à singularidade de sabores dos quinze municípios que integram a rota, inspirou as equipes técnicas do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae, nos estados do Piauí, Ceará e Maranhão, a elaborarem o estudo Identidade Gastronômica da Rota das Emoções, que servirá de base para a formatação de um roteiro em que seja destaque a culinária da região.

“Está é uma ação que estava prevista no projeto de aumento da competitividade da rota no mercado. A ideia é fortalecer esse roteiro e uma das alternativas viáveis nesse processo é o enaltecimento da gastronomia da região. O trabalho é feito de forma conjunta pelas unidades do Sebrae dos estados que compõem a rota. Acredito que através do esforço contínuo de melhoria desse produto turístico, conseguiremos consolidar ainda mais a rota no Brasil e no exterior”, explica o diretor superintendente do Sebrae o Piauí, Mário Lacerda.

A ideia é que este roteiro seja comercializado pelas agências parceiras, especialmente aquelas que estão vinculadas ao Projeto Economia da Experiência, que incentiva os empreendimentos turísticos a inovarem seus atrativos, tendo em vista a emoção e o conhecimento que as experiências com a cultura local podem proporcionar ao turista.

O conjunto de informações, que parte da colonização brasileira até chegar à mesa bem posta dos dias atuais, foi feito com a participação das comunidades e validado por elas e por formadores de opinião do setor. Mais do que um cardápio de delícias, o roteiro gastronômico reúne a história, a cultura e os saberes do território da Rota das Emoções.

Os sabores são parte importante de qualquer viagem e muitas vezes se transformam na lembrança mais viva dos lugares visitados. É assim com a Torta de Caranguejo Expresso, do Restaurante Caranguejo Expresso, localizado à beira do rio Igaraçu, em Parnaíba, cidade da região norte do Piauí, que é porta de entrada para o único delta em mar aberto das Américas, o Delta do Parnaíba.

“A torta de caranguejo é um dos pratos mais vendidos em meu restaurante. A receita leva caranguejo refogado e ovos. Os clientes ficam encantados com o sabor desse crustáceo", conta a empresária Francisca Maria da Costa, do Caranguejo Expresso. A torta de banana da Tia Angelita, de Jericoacoara, também é destaque na culinária da Rota.

“Já consegui comprar a minha casa e os fregueses é quem me procuram”, conta Tia Angelita.

Influências:

Costumes da população brasileira influenciaram a culinária dos três estados que compõem a Rota. Dos índios, herdou-se o uso da mandioca e seus derivados (farinha, beiju, paçoca e pirões), como também a utilização das frutas tropicais, do pescado (peixes e crustáceos), da caça, do cultivo de milho e o uso da pimenta.

Dos africanos, a tradição brasileira do arroz com feijão, o cuscuz, o azeite de dendê e leite de coco, a caça, o uso das carnes de ovinos e caprinos e também de pescados.

“Há uma enorme diversificação de ingredientes, pratos, formas de fazer, costumes e maneiras de consumo trazidos pelos novos colonizadores, que ampliam mais ainda a complexa gastronomia predominante nesse roteiro turístico”, afirma a consultora do Sebrae no Piauí, Marisol Modolo, responsável pela consolidação dos dados do estudo Identidade Gastronômica da Rota das Emoções.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Sebrae

  
  

Publicado por em