Hotéis e pousadas de Porto Seguro formam central de negócios

Compras coletivas de dez empreendimentos reduzem custos em até 75%

  
  

Empresários de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, se uniram e criaram uma Central de Negócios para comprar e vender produtos. A iniciativa do Sebrae/BA na região é uma ação do Projeto Turismo Empreendedor da Costa do Descobrimento, que tem como um dos focos o fortalecimento da cultura da cooperação. Em Porto Seguro a central está focada no segmento de hospedagem (hotéis e pousadas) e conta com dez empreendimentos.

De acordo com Enivaldo Piloto, gestor de projetos de turismo do Sebrae/BA na Costa do Descobrimento, a central proporciona diversas vantagens aos empresários, como redução de custos e aumento de vendas, além de fortalecer parcerias dentro do mesmo segmento. “A Central de Negócios funciona como uma organização de pessoas físicas ou jurídicas para agir de forma coletiva, buscando interesses comuns e realizando compras conjuntas”, disse Piloto.

Acompanhado pela consultora do Sebrae/BA na área de gestão empresarial, Nelma Fidelis, o grupo de empreendedores de Porto Seguro vem recebendo capacitação dentro da metodologia. Segundo Nelma, os empresários estão num momento de convivência, para em breve alcançar mais resultados. “A Central de Negócios requer entrosamento e confiança entre eles”.

Em Porto Seguro eles já conseguiram fazer algumas compras. Wilson Spagnol do Hotel Florida Inn Praia, explicou que antes comprava um fardo de papel higiênico por R$ 27, hoje consegue pagar R$ 18, através da Central de Negócios. “Com essa compra tive uma economia de 400 reais, o que já dá para pagar um funcionário do hotel”, afirmou Wilson. Ele conta ainda que nos seus 18 anos de setor hoteleiro, é a primeira vez que os empresários recebem um apoio desse tipo.

“A iniciativa do Sebrae veio a calhar, trazendo inovação na forma de aplicar o projeto e, o que é melhor, com resultados. Mas os empresários precisam se profissionalizar e ampliar os negócios para tocar esse projeto”, disse Wilson Spagnol.

Andréia Sales, gerente do Hotel Marlin, foi quem coordenou e fez as primeiras compras do grupo de Porto Seguro. Em relação à compra do papel higiênico, ela afirmou que no hotel em que trabalha houve uma redução de custos em torno de 75%. “Pagava R$ 29 por um fardo de papel higiênico e nesta compra paguei R$ 18. Através da Central de Negócios conseguimos fechar uma carreta com 100 fardos, o que nos garantiu uma economia considerável”, destaca Andréia.

Centrais de negócios

Desenvolvido pelo Sebrae Nacional, a metodologia de Centrais de Negócios existe em 24 estados e no Distrito Federal. Essa ferramenta tem como foco principal as compras conjuntas e ações coletivas de comercialização. As centrais se baseiam em elementos essenciais assumidos coletivamente, como a confiança nos parceiros, o comprometimento e a troca de experiências.

A Central de Negócios é uma entidade de base associativa formada por empresas ou empreendedores independentes, voltada para a busca de soluções conjuntas de interesse econômico, com foco no mercado em que atuam.

Serviço:
Sebrae na Bahia – (71) 3320-4300

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em