Hotel na selva oferece tranqüilidade e educação ambiental

Plantas nativas e exóticas, animais silvestres, muita tranqüilidade e sossego. É o que encontra quem se hospeda no Selva Parque Hotel, localizado na cidade de Cacoal, a 500 quilômetros de Porto Velho, em Rondônia. O hotel está dentro de uma área de 60

  
  

Plantas nativas e exóticas, animais silvestres, muita tranqüilidade e sossego. É o que encontra quem se hospeda no Selva Parque Hotel, localizado na cidade de Cacoal, a 500 quilômetros de Porto Velho, em Rondônia.

O hotel está dentro de uma área de 60 alqueires de mata, em reserva ambiental, e seus donos Vera e Nério Bianchini sabem bem o que significa a preservação da natureza e a conscientização ecológica.

Foi com esse pensamento que nasceu há dez anos o projeto do casal de aliar a preservação ambiental ao turismo, com enfoque para a educação ecológica. Vera conta que tudo começou quando seu marido comprou o terreno e construiu ali um pequeno sítio, onde recebia amigos e parentes.

`Com o passar do tempo, outras pessoas tomaram conhecimento do Sítio do Nério e se interessaram por se hospedar no lugar`, revela.

Com isso, foi preciso muito esforço e persistência para montar um projeto que envolvesse turismo, educação ecológica e lazer.

Para tanto, conseguiram um empréstimo de R$ 200 mil da extinta Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), para montar todas as instalações do hotel, aproveitando as características ambientais locais e sem prejudicar a interação com a natureza e com os animais silvestres, ainda presentes na reserva.

Outros R$ 198 mil foram investidos com recursos do Banco da Amazônia para complementar todas as instalações de 44 acomodações, entre cabanas, apartamentos, salão de convenções e a própria preparação dos 57 funcionários para atender bem o cliente.

`Foi um projeto de grandes dimensões e que começa a dar seus resultados hoje. Foi um grande investimento não só para a realização de um sonho como também para iniciar a educação ambiental com as pessoas que visitam a floresta e não têm a preocupação em preservar o que nos foi dado`, disse.

Hoje, o Selva Parque Hotel recebe cerca de 100 mil pessoas por ano, entre visitantes que tiram o dia para passear na reserva e hóspedes que participam de eventos realizados no hotel.

Apenas 30% dos visitantes são verdadeiramente hóspedes do hotel e, para Vera Bianchini, muitos deles ainda não têm a consciência ecológica e de preservação pela qual o casal tanto luta.

`É necessário que as pessoas percebam o quanto é importante para o Brasil e para nós mesmos manter a floresta e todo seu habitat intacto e que haja menos impactos em sua exploração`, diz.

Para chegar ao hotel, além da capital rondoniense, há também um pequeno aeroporto próximo 100 quilômetros de Cacoal.

Iniciativa premiada:

A experiência do hotel recebeu prêmios nacionais, entre eles, o Prêmio Pró-Qualidade, na categoria serviços, concedido pelo Sebrae, pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC) e pela Fundação Nacional de Qualidade, em 2004.

Segundo a responsável pelo prêmio no Sebrae em Rondônia, Suely Lucena, a idéia é que experiências como esta sejam reconhecidas e que outros empresários invistam em ações responsáveis, além do desenvolvimento do seu negócio.

Os seis filhos do casal estão se preparando para assumir os negócios dos pais.

`Cada um busca preparo em suas áreas de afinidade, como administração, direito, turismo e até zootecnia e a idéia é que sejam sucessores desse projeto`, revela.

Quem se hospeda no Selva Parque Hotel, além da tranqüilidade, tem também contato com animais silvestres como capivaras, antas, porcos do mato, jabutis, araras e até mesmo um pirarucu de 60 quilos, que Vera faz questão de registrar.

`Muitos desses animais são resgatados pelo Ibama que nos enviam para ficar na reserva. Alguns chegam aqui feridos e doentes, mas recebem cuidados para serem reintegrados à floresta`, afirma.

Brasil + Competitivo:

O Prêmio Pró-Qualidade é uma ação do programa Brasil + Competitivo, uma parceria entre o Sebrae e o Movimento Brasil Competitivo (MBC), para ampliar a competitividade de segmentos empresariais com a idéia de transformar problemas e barreiras em oportunidades de negócios.

O MBC foi criado em novembro de 2001 e é reconhecido como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), voltada ao estímulo e ao fomento do desenvolvimento da sociedade brasileira.

Certificado pela ISO 9001:2000 desde novembro de 2004, o MBC tem como objetivo principal viabilizar projetos que visam o aumento da competitividade das organizações e da qualidade de vida da população.

Fonte: Sebrae

  
  

Publicado por em

Dyozélia P. S. Santos

Dyozélia P. S. Santos

02/02/2009 00:22:23
Frequento o Sitio do Nério (levo meu filho), vou com amigos e ás vezes a trabalho (levando alunos) e sei que esse é um projeto magnifico. A família Bianchini está de parabéns.Outros empresários deveriam seguir esse exemplo nessa região.